Sexta-feira, 27 de maio de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Mundo Onda de calor intenso na Argentina provoca incêndios e quedas de energia

Compartilhe esta notícia:

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, foram registrados oito focos de incêndio neste domingo. (Foto: Reprodução/Twitter)

Com a onda de calor histórica ultrapassando os 40 graus na Argentina, as redes elétricas ficaram sobrecarregadas no país, prejudicando o abastecimento de energia. Outro problema que preocupa a população são as queimadas: de acordo com o Ministério do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, foram registrados oito focos de incêndio neste domingo (16).

Segundo o último relatório divulgado pelo Ministério, ainda estavam ativos os incêndios nas províncias de Santa Fé, Rio Negro, Córdoba, Catamarca, Buenos Aires, San Luís, Salta e Mendoza. O Serviço Nacional de Manejo de Fogo encabeçou no sábado uma reunião operativa para fortalecer o esquema de distribuição de aeronaves e brigadistas para otimizar a estratégia de combate aos focos ativos no complexo do lago Martin, do Parque Nacional Nahuel Huapi e no departamento rionegrino de Bariloche.

O Governo nacional declarou emergência ígnea em todo o território argentino. O documento divulgado pelo Ministério também informou que o órgão vai disponibilizar 800 milhões de pesos argentinos (R$ 42,6 milhões) para as áreas mais afetadas pelo incêndio, como as províncias de Rio Negro, Neuquén, Chubut e Misiones.

Uma as cidades mais atingidas é São Carlos de Bariloche, na província de Rio Negro, na Patagônia, onde mais de 6 mil hectares foram consumidos pelas chamas desde dezembro de 2021. Segundo o Serviço Meteorológico Nacional, Buenos Aires amanheceu coberta de fumaça neste sábado. O país espera por chuvas, previstas para os próximos dias, para diminuir o fogo e as altas temperaturas.

Quedas de energia

Na última terça-feira, cerca de 700 mil pessoas ficaram sem energia elétrica em Buenos Aires e nos arredores da capital argentina. Já no último sábado, de acordo com dados da Entidade Reguladora Nacional de Eletricidade (ENRE), 78.295 usuários ficaram sem fornecimento de energia elétrica na área metropolitana de Buenos Aires. A ENRE informou que às 8h20min locais houve desconexões na Estação de Transformação Edison e na Estação de Transformação Nuevo Puerto – que afetaram aproximadamente 200.000 usuários.

Na manhã deste domingo, a ENRE publicou novo comunicado, informando que cerca de 33.332 usuários na área da companhia Edesur e outras 14.554 casas na área de concessão da Edenor ainda apresentavam cortes e outros problemas de abastecimento de eletricidade. A Edenor informou que esperava a normalização do atendimento no decorrer das próximas horas.

“A Edenor informa que depois da prolongada e extraordinária vaga de calor que se verificou durante vários dias e dos temporais ocorridos nas últimas horas da noite de ontem e de hoje cedo -que em algumas zonas foram particularmente intensos-, o serviço foi prestado em condições adequadas, utilizando todos os recursos humanos e materiais disponíveis”, comunicou a companhia à imprensa. As informações são do jornal O Globo.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Nova Zelândia envia voo de avaliação a Tonga após tsunami; dados iniciais sugerem não haver muitas vítimas
Ucrânia diz ter provas do envolvimento da Rússia em ciberataque
Deixe seu comentário
Pode te interessar