Segunda-feira, 17 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
28°
Fair

Mundo Papa descarta a possibilidade de ordenar homens casados na Amazônia

A decisão foi apresentada em uma exortação apostólica feita pelo pontífice

Foto: Reprodução
A decisão foi apresentada em uma exortação apostólica feita pelo pontífice. (Foto: Reprodução)

O papa Francisco descartou, nesta quarta-feira (12), a possibilidade de que homens casados se tornem padres na região amazônica. A decisão foi apresentada em uma exortação apostólica feita pelo pontífice.

A proposta de ordenar homens casados havia sido aprovada, por 128 votos a 41, no sínodo da Igreja sobre a Amazônia, em outubro do ano passado, mas assustou os membros conservadores da instituição, que temiam que isso pudesse levar a uma mudança no compromisso secular de celibato entre os padres.

A ordenação de homens casados é apoiada por muitos bispos sul-americanos porque, se aprovada, ampliaria o número de pessoas habilitadas a dirigir missas em áreas remotas da Amazônia.

Seriam elegíveis religiosos que já atuam como diáconos na Igreja, tenham famílias estáveis e sejam reconhecidos como membros de suas comunidades. Também seria necessário passar por uma capacitação.

Atualmente, grupos evangélicos têm se expandido pelas regiões mais isoladas da floresta, uma vez que não há impedimento para o casamento de pastores. A revisão da ordenação de padres poderia permitir que essas comunidades ganhassem maior representação da instituição católica.

Voltar Todas de Mundo

Compartilhe esta notícia:

Homem barrado em festa de Réveillon no litoral gaúcho por estar de chinelo será indenizado
Bernie Sanders vence as primárias democratas em New Hampshire
Deixe seu comentário
Pode te interessar