Segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

Brasil Para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, mandato de Eduardo Cunha deve ser julgado com celeridade e sem protecionismo

Coêlho afirmou que a OAB vai acionar a Comissão de Ética da Câmara exigindo celeridade no julgamento do presidente da Casa. (Foto: André Borges/Folhapress)

O presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Marcus Vinicius Furtado Coêlho, informou na sexta-feira, em Teresina (PI), que a Ordem vai acionar a Comissão de Ética da Câmara dos Deputados exigindo celeridade no julgamento do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
“A OAB vai entrar firme e forte exigindo que a Comissão de Ética se reúna, sem protecionismo e sem rinhas, para julgar e cassar o mandato de Eduardo Cunha, porque a população não pode ser presidida por alguém com tantos problemas legais”, afirmou Coêlho.
Cunha adotou uma manobra para postergar a tramitação dos requerimentos apresentados à Corregedoria da Câmara que podem culminar na cassação do presidente da Casa e do vice, Waldir Maranhão (PP-MA). Eles farão uma análise prévia da aptidão dos pedidos de abertura de processo de quebra de decoro parlamentar contra os deputados por suposto envolvimento no esquema de corrupção, mas não foi determinado um prazo para os dirigentes elaborarem os pareceres e para votação deles na Mesa Diretora. (AE)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Comprar fuzil automático na Bélgica é barato e fácil
Bélgica entra em alerta máximo: polícia encontra armas em casa de suspeito
Deixe seu comentário
Pode te interessar