Segunda-feira, 06 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
12°
Mostly Cloudy

| Parceria com Comitê Paralímpico oferece curso para professores

Compartilhe esta notícia:

A expectativa do MEC é de 100 mil educadores formados pelo curso até 2025. (Reprodução site CPB)

O Ministério da Educação (MEC) anunciou que oferecerá cursos de capacitação para professores de Educação Física voltados a ensinar pessoas com deficiência. O projeto é resultado de uma parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). A expectativa do MEC é de 100 mil educadores formados pelo curso até 2025.

Segundo o comunicado o objetivo é estimular o esporte como método educacional no desenvolvimento integral dos alunos. De acordo com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a formação de professores é uma das diretrizes da pasta. “Estamos com recursos limitados. Parcerias para iniciativas importantes como essa mostram uma busca por eficiência, sem onerar a máquina pública”, disse o chefe do MEC.

A diretora de Acessibilidade, Mobilidade, Inclusão e Apoio a Pessoa com Deficiência do MEC, professora Patrícia Neves Raposo, afirmou que o curso atende amplamente o público, desde a educação básica à superior. “O Brasil nas Paralimpíadas sempre está entre os primeiros lugares e incentivar o esporte, de uma maneira geral para a educação, é extremamente importante. E para esse grupo, que muitas vezes tem oportunidades reduzidas, por várias razões, essa é uma grande oportunidade. Por isso, o MEC abraça a iniciativa, visando essa formação”, ressalta ela.

O curso, denominado “Movimento Paralímpico: fundamentos básicos do esporte”, tem duração de 40 horas. Ao final, o professor recebe sugestões de atividades práticas para aulas. A capacitação é gratuita e está disponível na plataforma de ensino a distância do MEC, o Avamec. Dessa forma, o professor pode acessar o conteúdo a qualquer hora, pelo computador, celular ou tablet.

“Até o momento, são mais de 10 mil inscritos, mas acreditamos que muitos outros professores terão essa oportunidade de conhecer mais sobre o esporte paraolímpico”, aponta Patrícia. O início do curso é imediato, bastando escolher uma das turmas. Aqueles que cumprirem todas as etapas em até 60 dias ganham um certificado.

Para se inscrever os interessados deverão fazer um cadastro no site “impulsiona”, clicando aqui.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de |

Prefeito de Florianópolis, que havia sido preso, nega envolvimento em esquema investigado pela Polícia Federal
O Ministério do Turismo pretende criar em vários locais do País áreas especiais de interesse turístico, com desconto em impostos e licenciamento ambiental simplificado
Deixe seu comentário
Pode te interessar