Quarta-feira, 12 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Cloudy

Ciência Partículas do novo coronavírus suspensas no ar podem infectar pessoas, segundo cientistas

Compartilhe esta notícia:

OMS informou que os especialistas do órgão estão revisando parâmetros.

Foto: Reprodução
O tratamento com anticorpos ataca a superfície do vírus. (Foto: Reprodução)

Um grupo de 239 cientistas fez um alerta em carta aberta de que partículas do novo coronavírus (Sars-CoV-2) suspensas no ar podem infectar pessoas, ao contrário do que estabelece a OMS (Organização Mundial da Saúde). Segundo os especialistas, o risco é maior em ambientes fechados.

A OMS até então mantém a posição de que coronavírus se espalha principalmente por grandes gotículas respiratórias, expelidas por pessoas infectadas em tosses e espirros. Publicado em maio pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças de Guangzhou, na China, um levantou o debate sobre qual a distância que o vírus se espalha no ar qual o papel que ambientes fechados e mal ventilados têm na transmissão.

Após a carta, que pede novas medidas de proteção contra o coronavírus que considerem a transmissão pelo ar, a OMS disse que está “revisando seu conteúdo”.

A carta assinada pelos cientistas afirma que somente as medidas atuais recomendadas pela OMS, como lavar as mãos, usar máscara e álcool gel, não são capazes de conter a transmissão do coronavírus, necessitando medidas específicas em relação a lugares fechados.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Ciência

Cientistas planejam criar guia para caçar sinais de civilizações alienígenas com o apoio da Nasa
Argentina registra recorde de 75 mortes por coronavírus em um um dia
Deixe seu comentário
Pode te interessar