Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Light Rain

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Brasil Peixes vão parar em pista de aeroporto na Bahia após o nível de rio subir por causa da chuva

Compartilhe esta notícia:

Incidente ocorreu em Ilhéus, no Sul do Estado, sem afetar os movimento de aeronaves. (Foto: EBC)

Neste fim de semana, diversos peixes apareceram na pista do aeroporto de Ilhéus, no Sul da Bahia. O caso ocorreu após o volume do rio Cachoeira – que corta a cidade – ter o seu nível elevado por causa das fortes chuvas que atingem a região. A situação virou notícia mais pelo aspecto inusitado, já que não houve impacto às operações de voos.

Por meio de nota oficial, a empresa que administra o terminal aéreo informou ter encontrado ao menos 14 peixes tinham sido encontrados na pista. A empresa também detalhou que a elevação do nível do rio fez com que os peixes buscassem abrigo no sistema de drenagem do aeroporto.

Sob orientação da equipe de Meio Ambiente do aeroporto, os Bombeiros do Aeródromo atuaram no manejo adequado dos animais.

O governador Rui Costa determinou a instalação de uma base de apoio em Ilhéus, com objetivo otimizar os esforços para ajudar as cidades que sofrem com fortes chuvas.

De acordo com informações da Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), 3.788 pessoas estão desabrigadas e precisaram de apoio das prefeituras. Outras 10.955 ficaram desalojadas (tiveram que abandonar seus imóveis, mas não necessitaram de abrigo).

As regiões Sul e Sudoeste do Estado são as mais afetadas. Em Itororó, o número de desabrigados passa de 200, ao passo que na cidade de Guaratinga os temporais deixaram 600 pessoas desabrigadas e causaram o desabamento de 58 casas.

Atingindo quase todas as regiões da Bahia no início do mês, as precipitações pluviométricas haviam dado uma trégua, mas voltou a cair com força desde quinta-feira (23) e se intensificou no dia seguinte, permanecendo até o sábado.

De acordo com a Superintendência de Proteção e Defesa Civil do estado, os municípios mais afetados pelos temporais recentes são: Coaraci, Dário Meira, Firmino Alves, Floresta Azul, Guaratinga, Ibicuí, Iguaí, Itabuna, Itajuípe, Itambé, Itapitanga, Itororó e Pau-Brasil.

A chuva forte também causou interdições em várias estradas da região. Segundo as Polícias Militar e Rodoviária Federal, há diversos pontos de alagamentos que impossibilitam a passagem de veículos.

Mais transtornos

Em Itororó, a 46o quilômetros da capital Salvador, uma loja de móveis e eletrodomésticos ficou inundada após o rio Colônia transbordar. A enchente provocou inundações, enxurradas, alagamentos e deixou cerca de 200 pessoas desabrigadas e duas mil afetadas.

O proprietário da loja gravou um vídeo e mostrou muitas mercadorias boiando na água. No estabelecimento também são vendidos sapatos e roupas. O empresário contou que alguns aparelhos de TV boiaram, mas ele conseguiu, inacreditavelmente, salvar algumas unidades.

Equipamentos como fogões, máquinas de lavar e geladeiras foram danificadas após a inundação. Além da loja de eletrodomésticos, muitas casas foram inundadas na cidade. “Não tem muito o que fazer, infelizmente está tudo perdido”, lamentou o dono.

Algumas pessoas que tiveram as casas inundadas deixaram seus imóveis com ajuda de vizinhos e até mesmo de canoas. Diante do cenário, a prefeitura decretou situação de emergência no sábado (25). Não há registro de feridos, até o momento, mas pelo menos 35 precisaram ser resgatadas pelos bombeiros.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Saúde mental: 6 alimentos que aliviam a ansiedade
Montadoras de veículos traçam estratégias para tentar driblar a falta de chips semicondutores
Deixe seu comentário
Pode te interessar