Sexta-feira, 25 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

Rio Grande do Sul Pelotas implantará lockdown para reduzir avanço de ocupação de UTIs por causa do coronavírus

Compartilhe esta notícia:

A prefeitura está preocupada com a ocupação de cerca de 80% dos leitos de UTI de hospitais da cidade

Foto: Divulgação/SES
Os novos pacientes terão que ser transferidos para outros municípios do Estado. (Foto: Divulgação/SES)

A prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas (PSDB), anunciou, na tarde de segunda-feira (03), que a cidade sofrerá lockdown nos próximos dias para conter o avanço na lotação de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva). O tempo de duração da medida ainda não foi decidido e dependerá da velocidade de disseminação do coronavírus.

Em live semanal, Paula destacou que a prefeitura está preocupada com a ocupação de cerca de 80% dos leitos de UTI de hospitais da cidade – no fim da semana passada, a ocupação chegou a 95%.

“Vamos fazer o lockdown e aí a gente vai ver se vai durar uma semana ou três dias. Mas peço a colaboração de todos, porque, se a população não se engajar, não teremos sucesso”, afirmou a prefeita. O bloqueio total das atividades pode ocorrer neste fim de semana.

Para além do cenário das UTIs, acendem o sinal de alerta os obstáculos para a contratação de médicos e a dificuldade em aumentar o índice de isolamento na cidade, cuja média é de 45%, apesar das medidas de restrição. Estudo da UFPel (Universidade Federal de Pelotas) recomenda maior distanciamento social para evitar colapso na estrutura de saúde da cidade.

Pelotas foi classificada pelo governo do Estado na bandeira laranja, mas a prefeitura está impondo restrições intermediárias entre as bandeiras laranja e vermelha. A prefeita não quis adiantar quais setores serão atingidos, mas destacou que a prefeitura estenderá as proibições para “todos os segmentos que forem possíveis”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Primeiro-ministro pede que franceses “não baixem a guarda” contra o coronavírus
Empresários fazem contra-proposta sobre reabertura da economia em Porto Alegre
Deixe seu comentário
Pode te interessar