Segunda-feira, 10 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Fair

Brasil Polícia indicia nadadores americanos Lochte e Feigen por falsa comunicação de crime

Compartilhe esta notícia:

Nadadores chegam à delegacia no Galeão para prestar depoimento sobre suposto assalto (reprodução/TV Globo)

Dois nadadores americanos foram indiciados nesta quinta-feira (18) por falsa comunicação de crime, como informou a GloboNews. Ryan Lochte e James Feigen relataram ter sofrido um assalto que não ocorreu, segundo a Polícia Civil.

As investigações apontaram para uma confusão com funcionários de um posto de gasolina no Rio, mas não há indícios de roubo, como informou o chefe da Polícia Civil, Fernando Veloso.

O tumulto começou quando os dois e outros dois nadadores, Gunnar Bentz e Jack Conger, pararam no posto na Barra, Zona Oeste, na saída de uma festa na Lagoa, na Zona Sul. Segundo depoimentos, eles teriam praticado vandalismo no banheiro, dando início à confusão.

Segundo a polícia, os nadadores não vão responder por dano ao patrimônio porque, até esta quinta, o dono do posto não havia registrado queixa.

Bentz e Conger prestaram depoimento nesta quinta e, segundo o delegado, pelo menos um deles deu versão diferente da relatada por Lochte e Feigen, que depuseram no domingo e falaram ter sido roubados.

Bentz e Conger foram vaiados ao deixar a Delegacia Especial de Atendimento ao Turista (Deat), no Leblon. A presença dos americanos atraiu muitos curiosos à sede da Deat, e um dos atletas chegou a ter a orelha puxada quando se dirigia ao carro para deixar o local, enquanto outros vaiavam e gritavam para que os atletas pedissem desculpas por terem mentido. Palavras como “mentirosos” e “vergonha” foram gritadas. (AG)

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Preso segundo suspeito de matar médica. Ele se feriu ao atear fogo no carro da vítima e negociou rendição
Montagem do Acampamento Farroupilha começa neste sábado
Deixe seu comentário
Pode te interessar