Segunda-feira, 06 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
12°
Cloudy

Educação Prefeitura de Porto Alegre lança plataforma digital de educação que beneficiará 40 mil alunos

Compartilhe esta notícia:

"Nossa ideia era um projeto que atendesse a população neste momento de pandemia e que ficasse de legado para a cidade", destacou Marchezan

Foto: Cesar Lopes/PMPA
"Precisamos agir com cautela", destacou Marchezan. (Foto: Cesar Lopes/PMPA)

A prefeitura de Porto Alegre lançou na manhã desta terça-feira (02), em transmissão pela internet, uma plataforma on-line que integrará pais, alunos e professores do ensino fundamental durante a pandemia causada pelo novo coronavírus e após a retomada das atividades presenciais nas escolas municipais.

Segundo o prefeito Nelson Marchezan Júnior, serão beneficiados pela plataforma Córtex cerca de 40 mil alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental de 58 escolas municipais.

O acesso pode ser feito pelos apps Cortex Aluno e Cortex Professor, disponíveis gratuitamente para Android e iOS, e também por desktop. A implantação da plataforma não tem custos para o município. O projeto é patrocinado pelos empresários Jorge Gerdau Johannpeter e Klaus Gerdau Johannpeter, do Grupo Gerdau.

“Essa é uma alternativa que permite o vínculo entre aluno e professor, e que também incentiva a participação dos pais, que poderão acompanhar pelo celular as tarefas enviadas pela escola e o desempenho dos filhos”, destacou o prefeito. “Nossa ideia era um projeto que atendesse a população neste momento de pandemia e que ficasse de legado para a cidade”, prosseguiu.

A prefeitura informou que custeará a contratação de um pacote de dados com as operadoras de telefonia para que os alunos tenham acesso gratuito à plataforma Córtex. Marchezan também ressaltou que todas as escolas do município estão conectadas com a rede wi-fi e que a prefeitura está avançando na capacitação dos professores.

“A plataforma se insere em um grande projeto de melhoria da educação que está em andamento em Porto Alegre. Este instrumento permite transparência dentro da escola”, afirmou secretário municipal da Educação, Adriano Naves de Brito.

“Essa é uma ferramenta que pode modificar a educação. Só teremos um país digno através da educação. Estamos orgulhosos de termos a oportunidade de participar”, declarou o patrocinador do projeto, Jorge Gerdau.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Educação

Rússia disponibiliza remédio para tratamento do coronavírus na próxima semana
Ministro da Justiça pede à Polícia Federal investigação sobre vazamento de dados de Bolsonaro e de seus filhos
Deixe seu comentário
Pode te interessar