Domingo, 12 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Cloudy

Brasil Presidente deverá vetar gratuidade no despacho de bagagens aéreas

Compartilhe esta notícia:

O presidente Jair Bolsonaro faz transmissão ao vivo para redes sociais. (Foto: Isac Nóbrega/ Divulgação PR)

A tendência do governo de Jair Bolsonaro é vetar o dispositivo que determinou a gratuidade no despacho de bagagens aéreas em voos operados dentro do Brasil. Bolsonaro abordou o assunto durante sua transmissão ao vivo nesta quinta-feira (30), no Facebook.

“A minha tendência é vetar esse dispositivo”, disse o presidente. Durante a declaração, ele estava acompanhado de duas parlamentares do PSL: a deputada federal Aline Sleutjes (PR) e a senadora Soraya Thronicke (MS). O presidente disse também querer ouvir a opinião de seus seguidores sobre o assunto, mas que a decisão estaria praticamente tomada.

“Daí eles falam que quando lá atrás passou a cobrar, não diminuiu [o preços das passagens]. Mas, naquela época, por coincidência, aumentou o preço do petróleo lá fora, o dólar variou também de preço. E, não adianta, no final das contas, você vai pagar a conta. No momento, eu digo para vocês, estou convencido, [mas] posso mudar, a vetar o dispositivo”, afirmou o presidente.

A volta da franquia de bagagem foi aprovada na semana passada pelo Congresso Nacional, na análise da Medida Provisória (MP) 863/2018, que permite 100% de participação de capital estrangeiro em empresas aéreas que atuam no Brasil. O texto agora precisa ser sancionado pelo presidente da República para entrar em vigor. O prazo para a sanção vai até o dia 17 de junho.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Casos de intoxicação aguda por agrotóxicos têm aumentado nos últimos anos no RS
Brasil fica no 45º lugar no ranking de crescimento mundial
Deixe seu comentário
Pode te interessar