Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Fair

Mundo Presidente dos Estados Unidos encerra coletiva após repórter acusá-lo de mentir sobre autoria de lei

Compartilhe esta notícia:

Trump afirmou mais uma vez que foi ele quem conseguiu aprovar o programa Veterans Choice

Foto: Reprodução
Trump afirmou mais uma vez que foi ele quem conseguiu aprovar o programa Veterans Choice. (Foto: Reprodução)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, encerrou abruptamente uma entrevista coletiva neste sábado (08), depois que uma repórter o questionou sobre uma mentira que ele já contou mais de 150 vezes.

Falando em seu clube de golfe em Bedminster, New Jersey, Trump afirmou mais uma vez que foi ele quem conseguiu aprovar o programa Veterans Choice – sobre plano de saúde para veteranos de guerra. “Eles tentam há décadas e décadas e décadas conseguir que fosse aprovado, e nenhum presidente conseguiu. Nós conseguimos.”

Na verdade, o ex-presidente Barack Obama sancionou a lei em 2014. Ela permite que veteranos elegíveis possam ser cobertos pelo governo no atendimento médico prestado por profissionais de fora do sistema oficial dos veteranos, quando este não pode fornecer os serviços.

O projeto era uma iniciativa bipartidária liderada por dois nomes diversas vezes criticados por Trump: Bernie Sanders, senador por Vermont, e John McCain, ex-senador pelo Arizona.

O que Trump realmente assinou em 2018 foi a lei VA Mission, que modifica e amplia o critério de elegibilidade para participar do Veterans Choice. O presidente afirmou várias e várias vezes que foi ele quem criou todo o programa, depois que outros fracassaram por “50 anos”.

“Por que você continua falando que aprovou o Veterans Choice?”, perguntou a Trump a repórter Paula Reid, correspondente na Casa Branca da emissora CBS News, na coletiva deste sábado, durante a qual ele anunciou ações executivas para aliviar a crise causada pela pandemia da Covid-19.

Trump tentou ignorar a jornalista e escolher outra pessoa para fazer a pergunta, mas Reid insistiu. “Você disse que aprovou o Veterans Choice. Ele foi aprovado em 2014. Isso é uma afirmação falsa, senhor.”

O presidente, então, parou e respondeu: “Ok. Muito obrigado a todos”, e deixou o local. Esta foi talvez a primeira vez que Trump foi questionado sobre a afirmação relacionada ao Veterans Choice.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Explosão em Beirute, no Líbano, abriu cratera de 43 metros de profundidade
Ministro interino da Saúde lamenta mortes por coronavírus e destaca tratamento precoce
Deixe seu comentário
Pode te interessar