Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Fair

Mundo Explosão em Beirute, no Líbano, abriu cratera de 43 metros de profundidade

Compartilhe esta notícia:

A explosão de terça-feira (04) devastou bairros inteiros, deixando mais de 300.000 pessoas desabrigadas e causando mais de 150 mortes e 6.000 feridos

Foto: Reprodução
A explosão de terça-feira (04) devastou bairros inteiros, deixando mais de 300.000 pessoas desabrigadas e causando mais de 150 mortes e 6.000 feridos. (Foto: Reprodução de vídeo)

A megaexplosão no porto de Beirute criou uma cratera de 43 metros de profundidade, disse uma fonte de segurança libanesa neste domingo (09), referindo-se a uma avaliação de especialistas franceses que estiveram no local.

A explosão de terça-feira (04) devastou bairros inteiros, deixando mais de 300.000 pessoas desabrigadas e causando mais de 150 mortes e 6.000 feridos, além de dezenas de desaparecidos.

Causada pela explosão de um armazém contendo 2.750 toneladas de nitrato de amônio por seis anos, segundo o primeiro-ministro libanês Hassan Diab “sem medidas preventivas”.

A França fornece apoio logístico ao Líbano com os meios para realizar a investigação e enviou policiais e equipes de investigação, além de ajuda médica para ajudar os libaneses.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), indicou que a intensidade da explosão foi a de um terremoto de magnitude 3,3.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Ministra da Informação do Líbano renuncia ao cargo em meio à crise com explosão em Beirute
Presidente dos Estados Unidos encerra coletiva após repórter acusá-lo de mentir sobre autoria de lei
Deixe seu comentário
Pode te interessar