Sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
27°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Saúde Quais são as marcas de antipulgas para cães no mercado?

Compartilhe esta notícia:

Verificar se nosso cachorro tem pulgas é simples: você verá esses insetos em seu pelo.

Foto: Reprodução
(Foto: Reprodução)

As pulgas são um parasita comum de nossos animais de estimação. Alimentam-se de sangue e costumam causar uma leve coceira, mas não devemos esquecer que são uma fonte de infecções e que um filhote de cachorro pode ficar gravemente anêmico.

Cuidados com as pulgas nos cachorros

Verificar se nosso cachorro tem pulgas é simples: você verá esses insetos em seu pelo.

A pulga adulta mede cerca de 2,5 milímetros e é de cor marrom escura. Eles não têm asas, mas saltam grandes distâncias. Eles se movem rapidamente dentro do pelo do cachorro e são difíceis de pegar.

O problema das pulgas e carrapatos no seu animal vai além do desconforto e coceira, eles também podem transmitir doenças mais graves, por isso a prevenção e os cuidados são importantes.

Para que o tratamento tenha melhores resultados, é aconselhável focar não só no animal, mas também no ambiente onde ele vive.  Dê mais importância na estação quente.

Leve estes cuidados básicos em consideração para prevenir pulgas e carrapatos em seu cão e gato:

  • Cuide e escove o seu pelo: tente escová-lo uma vez por semana, isso evitará que se enrosque e você terá a certeza de que está livre de parasitas.
  • Coleira antipulgas: certifique-se de que é a certa para a idade, raça e peso do pet;
  • Ampolas antipulgas (pipetas):  consulte o seu veterinário e aplique a correspondente ao seu peso.
  • Shampoo antipulgas: isso impedirá que pulgas e carrapatos desagradáveis ​​”habitem” seu animal de estimação ou os façam sair, se eles já os tiverem.
  • Mantenha o espaço limpo: se o seu animal dorme no jardim, você deve manter a casa / cama desinfetada. Isso também se aplica se o animal dorme em ambientes fechados, mas é recomendado cuidado extra em áreas abertas.

Tratamento de pulgas

Parasitas:  cães e gatos devem ser tratados para parasitas internos a cada 3 meses, especialmente quando são filhotes e antes de serem vacinados. Existem também parasitas externos, como carrapatos que são erradicados com produtos apropriados. É melhor você verificar com o veterinário. Assim teremos nosso amigo limpo por dentro e por fora.

Vacinas:  A primeira coisa que você deve saber é que se o seu animal não for vacinado, não poderá entrar em contato com outros animais ou com o exterior durante os primeiros dois meses de vida.

O plano de vacinação varia de acordo com raça, estado imunológico e estilo de vida. O veterinário irá indicar as vacinas para evitar doenças como parvovírus, cinomose ou hepatite canina, no caso dos cães, e outras doenças no caso dos gatos.

Esterilização: a esterilização é uma prática recomendada. No caso dos machos, a castração reduz brigas com outros cães, fugas de casa e até tendências como marcação de urina ou equitação. No caso do sexo feminino, você ficará tranquilo em saber que a esterilização elimina o calor, a possibilidade de pseudogestação, reduz a incidência de tumores mamários, além de miados e outros comportamentos típicos do calor.

Essa operação não causa alterações de humor no animal e acaba sendo muito comum e sem riscos.

Consulte seu veterinário sobre as melhores datas para realizá-la e lembre-se que um cão e um gato esterilizados evitam ninhadas indesejadas que em nosso país representam 15% dos animais abandonados.

Como tirar as pulgas do meu cachorro?

Antes de saber como remover pulgas de seu cão, você terá que saber se ele as tem.

Coisas para se lembrar para detectá-las: se você começar a perceber que seu cão está coçando a pele intensamente, mordendo, apresentando queda de pelos em algumas áreas ou mesmo crostas, é muito provável que ele tenha pulgas. Existem maneiras de evitar e remédios para eliminar as pulgas.

O mais importante é que, ao lidar com pulgas, faça isso com todos os animais ao mesmo tempo (se tiver vários animais de estimação). Além disso, deve-se cuidar do meio ambiente, camas, sofás, tapetes, roupas de cama, estofados.

O veterinário saberá orientá-lo sobre os métodos de prevenção e possíveis tratamentos e desinfetantes eficazes, contando-lhe várias opções, desde as usuais com antiparasitários comprovados e também remédios caseiros.

Remoção química

O mais comum é proteger seu animal de estimação desses insetos com o auxílio de pipetas e / ou coleiras contra pulgas.

Há muita variedade no mercado, embora nem todos os produtos sejam igualmente eficazes.

É melhor investir algum dinheiro numa boa coleira ou pipeta para garantir a boa saúde e o conforto da sua mascote.

Confira aqui algumas sugestões recomendadas do Amor aos Pets.com.

Você também deve ter em mente que nem todos os colares antiparasitários são adequados. Se seu cão tem pele sensível, certas coleiras podem causar alergia. Nestes casos, você terá que se concentrar no uso de pipetas, como a pipeta para cães

Descubra as melhores pipetas para cães!

Como regra geral, a eficácia das pipetas é de um mês. Por sua vez, uma boa coleira de pulgas pode permanecer eficaz por 6 a 8 meses.

Caso você perceba tarde que o animal está infestado de pulgas, é melhor usar um spray específico. Esses fluidos inseticidas são muito eficazes. Eles têm ingredientes ativos capazes de erradicar pulgas instantaneamente. Será muito fácil desparasitar o cão com este tipo de spray. Assim que o líquido fizer efeito, terá de dar banho e escovar o cão para retirar os parasitas mortos.

O pescoço e a base da cauda do cão são os locais de concentração das pulgas. Se vai eliminá-las com sprays, intensifique o tratamento nessas áreas para não deixar nem um pouco. Aqui está uma seleção de sprays para pulgas.

A melhor maneira de lidar com as pulgas é a prevenção. Preventivos contra pulgas e carrapatos matam as pulgas que entram em contato com seu cão, evitando que ele as leve para casa. Existem várias opções lá fora, de coleiras contra pulgas em líquidos e comprimidos. Converse com seu veterinário sobre o preventivo contra pulgas certo para seu cão.

Se o seu cão já tiver pulgas, esses preventivos ainda irão matá-los, mas você pode precisar tomar medidas mais agressivas, como um preventivo de prescrição. Você também pode usar um shampoo contra pulgas ou um tratamento químico de ação rápida, como um comprimido contra pulgas que mata as pulgas em seu cão em poucas horas.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

O governo gaúcho já tem mais de 4 milhões de seringas em estoque para a vacinação contra o coronavírus
Idosa de 90 anos é a primeira a ser vacinada contra o coronavírus no Reino Unido
Deixe seu comentário
Pode te interessar