Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
12°
Fair

Política Queiroz não comprovou saúde debilitada e tentou destruir provas, diz ministro do STJ

Compartilhe esta notícia:

Félix Fischer revogou prisão domiciliar e mandou Queiroz voltar à prisão.

Foto: Gustavo Lima/STJ
Félix Fischer revogou prisão domiciliar e mandou Queiroz voltar à prisão. (Foto: Gustavo Lima/STJ)

O ministro Félix Fischer, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), afirmou em decisão que Fabrício Queiroz não comprovou ter a saúde debilitada e tentou destruir provas. Por isso Fischer entendeu que era necessária a prisão preventiva. Na quinta-feira (13) o ministro revogou a prisão domiciliar de Queiroz.

Queiroz e sua esposa estão em prisão domiciliar devido a uma liminar concedida pelo presidente do STJ, João Otávio de Noronha, no dia 9 de julho, durante o período de recesso do tribunal.

Nesta sexta (14), Queiroz saiu de casa na Zona Oeste do Rio de Janeiro para fazer exame médico e, no início da tarde, retornou para casa.

Segundo Félix Fischer, há indicações de que o casal “articulou e trabalhou arduamente, em todas as frentes, para impedir a produção de provas e/ou realizar a adulteração/destruição destas”.

tags: QueirozSTJ

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Estudo confirma eficácia da Coronavac na segunda fase dos testes clínicos
Filipinas proíbem frango do Brasil por medo de coronavírus
Deixe seu comentário
Pode te interessar