Quinta-feira, 04 de Junho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Dicas de O Sul Rádio Liberdade transmite programas ao vivo direto da Feira do Livro de Porto Alegre

Compartilhe esta notícia:

Estúdio panorâmico da Rede Pampa na Feira do Livro 2019. (Foto: O Sul)

O estúdio panorâmico da Rede Pampa, na Feira do Livro de Porto Alegre 2019, recebeu nesta terça-feira (05), convidados para falar sobre os lançamentos de livros que ocorrem no evento. Os autores e escritores participaram do programa ao vivo da Rádio Liberdade, transmitido direto da Praça da Alfândega, no Centro de Porto Alegre.

Durante a programação da Feira do Livro, o radialista Evandro Leboutte vai estar no espaço com seu programa recebendo diversos escritores, até o dia 15 de novembro. O programa acontece das 16h às 18h, de segunda a sexta-feira e traz o que há de melhor sendo comercializado na 65ª edição da Feira do Livro, além dos destaques da programação.

Na tarde desta terça-feira (05), participou do programa a diretora do Instituto Estadual do Livro, Patrícia Langloa que falou sobre o Prêmio Minuano de Literatura que ocorre nesta quarta (06), às 19h, na sala de música do Theatro São Pedro. Além disso, ela falou sobre o Prêmio Desafio Literário, uma iniciativa da Secretaria da Cultura (Sedac), por meio do Instituto Estadual do Livro (IEL) e da Associação Lígia Averbuck, com apoio da Associação Gaúcha de Escritores (Ages), Academia Rio-Grandense de Letras (ARL) e Brascril. A atividade será de 8 a 12 de novembro, com início às 18h30, no Museu da Comunicação Hipólito José da Costa (MuseCom), rua dos Andradas, 959, Centro, Porto Alegre, durante a Feira do Livro da capital.

Outra convidada foi a arquiteta e urbanista, Ana Paula Alcantara, que escreveu o livro “Porto Alegre na Palma da Mão: A evolução urbana da cidade para quem (ainda) não é urbanista”. De acordo com a escritora, o livro infantil pretende ajudar as crianças a conhecer a história da cidade e assim despertar o amor e o interesse por Porto Alegre. A obra foi inspirada pela infinita curiosidade de um guri e os inúmeros passeios feitos com seu cão pelo Centro Histórico. O livro conta como nasceu e cresceu a cidade de Porto Alegre.

Para contar a história da evolução urbana da Capital Gaúcha para seus pequenos habitantes e desvendar parte de seus muitos mistérios, o livro foi elaborado com um texto simples, muitos desenhos e mapas para que as crianças possam ver a cidade sob seu próprio olhar, compreender seus significados e perceber que elas podem descobrir muito num simples passeio. Ana Paula é natural de Lisboa, mas adotou Porto Alegre como sua cidade. 

​A presidente da Associação Ligia Averbuck do Instituto Estadual do Livro, Cleonice Bourscheid também participou do programa. Ela falou sobre os projetos da entidade que foi fundada em 1983, durante a gestão de Luiz Antonio de Assis Brasil no IEL, e sua primeira presidente foi Gilda Kruchin. A Associação leva o nome de Lígia Averbuck em homenagem a seu trabalho à frente do Instituto Estadual do Livro. Junto com Cleonice, estava Alfredo Aquino, editor da Ardotempo que lançou “Jornadas Schlee”, obra em homenagem a Aldyr Schlee que foi escritor, jornalista, tradutor, desenhista e professor universitário brasileiro. Natural de Porto Alegre, Aquino também é escritor e pintor. Ele tem nove livros publicados, sendo sete de pintura e dois de literatura. 

O publicitário Marino Boeira falou sobre o lançamento do seu novo livro “Tudo pode acontecer no ônibus Serraria e na Zona Sul”. O evento acontece no dia 6 de novembro, na Feira do Livro de Porto Alegre. A sessão de autógrafos está marcada para às 17h30min, na Praça Central da Feira. Antes disso, às 14h30, haverá um encontro entre Marino, o ilustrador do livro, Santiago, e a produtora da obra, Vera Pellin, na sala O Retrato, no Centro Cultural Érico Veríssimo (Rua dos Andradas, 1223 – Centro Histórico). O trio debaterá, na ocasião, sobre o tema ‘A crônica e a ilustração – A arte da palavra no encontro com o tempo e o espaço’.

O escritor Felipe Daiello comentou sobre a 8ª Semana Literária que presta homenagens em torno dos 125 anos de nascimento de Dyonélio Machado, que serão comemorados em 2020. Além disso, ele falou sobre a exposição na Galeria de Artes do clube que conta com fotos, acervo pessoal, cartas e manuscritos originais do criador de Os Ratos. As obras estão expostas até o dia 18 de novembro, na sede Alto Petrópolis, na avenida João Obino, número 300. A mostra é de curadoria de Daiello, ele é associado do União e criou o Projeto Literário, que disponibiliza livros em estantes espalhadas pelo clube. O escritor já escreveu 14 livros em 13 anos. O autor deixou o convite para o lançamento do seu livro, “Vida Viagem sem roteiro”  que será lançado no dia 10 de novembro. A sessão de autógrafos será às 17h30min. O evento ocorre no Pavilhão de Autógrafos da 65ª Feira do Livro de Porto Alegre, na Praça da Alfândega, na sala O Retrato.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Dicas de O Sul

Primeira Virada Cultural de Novo Hamburgo ocorre neste final de semana
Prêmio da ABS-RS elege os melhores do mercado de vinhos de 2019.Votação popular será feita em oito categorias diferentes
Deixe seu comentário
Pode te interessar