Domingo, 25 de julho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Mist

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul recebe mais de 526 mil doses para garantir segunda dose da vacina de Oxford

Compartilhe esta notícia:

Distribuição será realizada "em momento oportuno", informou o governo gaúcho. (Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini)

Uma nova remessa com 526,5 mil doses de vacina de Oxford-Astrazeneca chegou nesta segunda-feira (21) ao Rio Grande do Sul. Conforme o Centro Estadual de Vigilância em Saúde, o lote não terá distribuição imediata: em vez disso, será reservado com o objetivo de garantir ampolas suficientes para segunda aplicação.

Os imunizantes ficarão na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), em Porto Alegre, para distribuição às 18 Coordenadorias Regionais de Saúde (CRS). Ainda não há previsão de quando isso será feito – o governo gaúcho limitou-se a informar que os municípios receberão as cotas “em um momento oportuno”.

Até a noite desta segunda-feira, mais de 4,22 milhões de habitantes do Estado já haviam recebido a primeira dose de algum dos três imunizantes contra a covid, o que representa 71% do grupo prioritário (5,25 milhões de gaúchos), 47,2% dos indivíduos vacináveis (8,95 milhões de adultos em geral) e 37,3% da população geral (11,3 milhões) dos 497 municípios.

A segunda dose do imunizante, por sua vez, contempla até agora quase 1,7 milhão de gaúchos. De acordo com dados da Secretaria Estadual da Saúde, isso representa 32,5% do grupo prioritário, 19,1% dos indivíduos vacináveis e 15,1% da população geral do Rio Grande do Sul.

Os dados estatísticos constam na plataforma oficial de monitoramento vacina.saude.rs.gov.br, que traz essas e outras informações detalhadas da campanha, iniciada no Rio Grande do Sul em 19 de janeiro.

Cabe ressaltar que, pelo critério técnico-científico, considera-se como imunizado quem recebeu as duas injeções, pois os três fármacos em uso até agora no Rio Grande do Sul têm por base esse ciclo para garantir proteção efetiva contra manifestações severas da doença.

Quanto à abrangência nos procedimentos de primeira dose, o predomínio é do imunizante de Oxford-Astrazeneca (56,3%), seguido pela Coronavac-Butantan (38,1%) e Pfizer-Comirnaty (5,6%). Já no que se refere à segunda injeção, ainda prevalece a Coronavac (85,5%), tendo na vice-liderança a Oxford (13,2%) e em terceiro lugar a Pfizer (1,2%).

Mobilização

Apesar do frio e da chuva em algumas regiões do Estado, a necessidade de minimizar o contingente de gaúchos com atraso no recebimento da segunda dose da Coronavac-Butantan mobilizou vários municípios gaúchos no fim de semana. A estratégia prossegue nos próximos dias.

“É de extrema importância que todas as pessoas completem o ciclo imnizatório, não importando quando tempo esteja em atraso”, ressalta a diretora do Departamento de Atenção Primária e Políticas de Saúde da Secretaria Estadual da Saúde. Ana Costa.

“Foi muito positivo, percebemos uma grande mobilização para a aplicação das vacinas que foram distribuídas na sexta-feira”, avaliou o presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems), Maicon Lemos.

“A população estava ansiosa pela chegada das doses de Coronavac”, reiterou Iury Zabolotsky, titular da 12ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), com sede em Santo Ângelo. “O movimento foi grande e acredito que conseguimos zerar a fila das pessoas que aguardavam pela segunda injeção [do imunizante chinês].”

Para a responsável pela 4ª CRS (em Santa Maria), Fabricia Ennes da Costa, são importantes as ações de vacinação nos finais de semana para avançarmos na campanha, já que são remessas semanais: “Assim, podemos sempre alcançar um número maior de pessoas imunizadas”.

Na região da 1ª CRS, com sede em Porto Alegre, “a maioria dos municípios fizeram drive-thru de vacinação”, salientou a coordenadora Ane Beatriz Nantal. Em Cachoeirinha, foram aplicadas 3,2 mil segundas doses de Coronavac – ainda faltam 3 mil aplicações de reforço.

Em Esteio, foram aplicadas no sábado (19) 3,5 mil das 4 mil doses recebidas. O município de Dom Feliciano conseguiu zerar a fila de espera por segundas doses deste imunizante, com a aplicação de 849 doses. Em Triunfo, os postos de saúde estarão abertos neste domingo (20) para a aplicação das vacinas.

O município de Imigrante, na região de Lajeado, abriu os postos de saúde e aplicou não apenas as vacinas contra a covid-19, mas também imunizou contra a gripe e realizou a atualização da caderneta de vacinação de crianças. Já em Rio Grande, a vacinação foi realizada num shopping local e por drive-thru.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Rio Grande do Sul recebe 526,5 mil vacinas Astrazeneca para garantir segunda dose da imunização
Tribunal Regional Federal em Porto Alegre tem novos dirigentes até 2023
Deixe seu comentário
Pode te interessar