Terça-feira, 26 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Cloudy

Rio Grande do Sul Com 418 casos confirmados de coronavírus, o Rio Grande do Sul registrou a sua sétima morte pela doença

Compartilhe esta notícia:

A vítima é uma idosa de 73 anos

Foto: Reprodução
Vítima é uma idosa de 73 anos que estava internada em São Leopoldo. (Foto: Reprodução)

Na noite deste sábado (4), a SES (Secretaria Estadual da Saúde) confirmou a sétima morte por coronavírus no Rio Grande do Sul, Estado que tem 418 casos confirmados de Covid-19. A vítima é uma idosa de 73 anos que morava em Novo Hamburgo (Vale do Sinos) e estava internada desde o dia 31 de março. Ainda não há informações sobre eventuais doenças pré-existentes ou histórico de viagem recente.

Os demais seis óbitos por Covid-19 no Estado abrangem outros dois pacientes também de Novo Hamburgo e quatro pacientes de Porto Alegre, em proporção equilibrada no que se refere ao gênero (quatro mulheres e três homens). Pode-se dizer que praticamente todos os sete falecimentos são de idosos, já que cinco registros envolvem idades de 60 a 92 anos e um diz respeito a indivíduo de 59 anos.

Na sexta-feira, a SES informou oficialmente a morte de uma idosa de 92 anos, ocorrida na noite anterior. Ela estava internada na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, desde que apresentara sintomas em 23 de março – o teste deu positivo no dia 24. Além da idade avançada, havia histórico de doenças cardiovascular e neurológica crônicas.

O único óbito de não idoso ocorreu com um homem de 59 anos, morador de Porto Alegre e sem histórico de outras doenças crônicas, falecido na noite de quarta-feira no Mãe de Deus. Ele havia ficado internado durante duas semanas. Antes, uma mulher 91 anos e um homem de 88 anos haviam falecido no Hospital Moinhos de Vento.

Já os indivíduos que morreram em Novo Hamburgo são uma idosa de 84 anos e um idoso de 60 anos – Luiz Alberto Anschau, sócio-proprietário da indústria de sucos Petry. Os dois tinham histórico de cardiopatia e outras doenças pré-existentes (no caso do empresário, houve também uma viagem recente aos Emirados Árabes (Oriente Médio).

Estatística estadual

A estatística oficial do governo do Estado totaliza ao menos 418 casos confirmados em 59 municípios gaúchos no mapa da doença, cujo gráfico se mantém em crescimento nas últimas semanas. Depois de Porto Alegre, com 241 diagnósticos positivos até agora (mais da metade), estão no topo do ranking as cidades de Bagé (18), Novo Hamburgo (14), Caxias do Sul (13), Bento Gonçalves (9), Gravataí (9), Canos (8), São Leopoldo (8) e Torres (8).

Na divisão por gênero, o sexto masculino predomina com 236 infectados, ao passo que no feminino o contingente é de 182 pessoas. Já no que se refere à faixa etária, a maioria é de pacientes com idade 60 a 69 anos (83 casos), seguidos pelas faixas de 30 a 39 anos (77 casos), 40 a 49 anos (73 casos), 50 a 59 anos (69 casos), 20 a 29 anos (56 casos), 70 a 79 anos (34 casos) e de 80 anos ou mais (15 anos).

A menor incidência de coronavírus no Rio Grande do Sul se dá entre os menores de idade: são sete casos na faixa de 15 a 19 anos e dois casos em pacientes abaixo de 1 ano, ao passo que de 5 a 9 anos há somente um caso, mesmo número de infectados para indivíduos de 10 a 14 anos.

(Marcello Campos)

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Bolsonaro faz chamado para jejum religioso contra o coronavírus
Detentos gaúchos intensificam a produção de barras de sabão para ajudar na prevenção ao coronavírus em presídios
Deixe seu comentário
Pode te interessar