Terça-feira, 18 de Maio de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Cloudy

Beleza Saiba como cultivar a babosa e conheça suas propriedades

Compartilhe esta notícia:

A babosa tem ação antioxidante, cicatrizante e anti-inflamatória para a pele. (Foto: Reprodução)

Muito famosa por ser uma aliada nos cuidados com a pele, a babosa também é uma planta ótima para cultivar em casa. Como ela é da família das suculentas, sua origem é de ambientes desérticos, ou seja, se tem um espacinho livre e arejado que bate bastante sol no seu lar, pode reservar para a babosa, por que é desse tipo de ambiente que ela ama.

Para quem está começando a jardinagem agora, ela é ideal, pois demanda pouca rega. “Todas essas plantas ‘gordinhas’, que são cheias de líquidos, são de ambientes de pouca umidade, então elas possuem uma necessidade de rega muito baixa”, explica o paisagista José Kolya.

Quem já tem uma babosa em casa e quer outras espalhadas pelo lar, é só pegar um brotinho da planta e colocar em uma terra nova. Assim, fica possível dela se reproduzir facilmente, assim como as pequenas suculentas tradicionais.

Conhecida também como aloe vera, ela precisa de uma terra bem drenada para crescer com saúde. Para isso, é preciso de uma parte de terra para duas partes de areia grossa e um pouco de esterco de minhoca para que a água fique drenada e, assim, não fique parada.

Com a babosa, é só benefícios. Além de deixar a casa com um toque verde e ser super fácil de cuidar, ela também tem benefícios para a pele.

A babosa não brinca em serviço e tem ação antioxidante, cicatrizante e anti-inflamatória para a derme. Ela consegue tratar, por exemplo, a acne, visto que suas propriedades auxiliam na redução da oleosidade.

Também funcionam como um limpador da camada da pele, para fazer esfoliação, porque fornecem oxigênio e também promove o estímulo de colágeno. “Na pele ela pode ser usada diariamente, tanto na forma manipulada como in natura”, esclarece a dermatologista Simone Sá.

Para aplicar no rosto, Simone explica que a extração da “baba” da babosa pode ser utilizada para máscaras faciais. “Deve ser realizada pelo menos uma vez por semana e o tempo de aplicação do produto é de, geralmente, 10 minutos”, esclarece.

Além disso, ela tem ação anti-inflamatória para tratamento da caspa, pois é conhecida como um anti-caspa potente. “Reduz as células mortas de queratina que ficam impregnadas na raiz do cabelo e tem ação cicatrizante. Então, para quem tem dermatite seborreica ou foliculite de couro cabeludo, ela ajuda na cicatrização”, finaliza a doutora.

tags: Você Viu?

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Beleza

Cientistas buscam biomarcadores para intervir precocemente no envelhecimento
Efeito rebote: a proteção que resulta em oleosidade excessiva na pele
Deixe seu comentário
Pode te interessar