Terça-feira, 19 de outubro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Rio Grande do Sul Confira o que é preciso saber sobre as primeiras bandeiras pretas do Distanciamento Controlado no Rio Grande do Sul

Compartilhe esta notícia:

As regiões de Bagé e Pelotas foram classificadas como de risco epidemiológico altíssimo

Foto: Divulgação/Palácio Piratini
As regiões de Bagé e Pelotas foram classificadas como de risco altíssimo para coronavírus. (Foto: Divulgação/Palácio Piratini)

Em vigor desde maio, o modelo de Distanciamento Controlado implantado pelo governo do RS funciona com as bandeiras nas cores amarela, laranja, vermelha e preta, que sinalizam semanalmente o risco das regiões do Estado: baixo (amarela), médio (laranja), alto (vermelha) e altíssimo (preta).

Nesta sexta-feira (11), as regiões de Bagé e de Pelotas, ambas na macrorregião Sul, foram classificadas como de risco altíssimo para o coronavírus no mapa preliminar da 32ª rodada, trazendo pela primeira vez a cor preta ao Estado.

Na prática, as regiões assim definidas estão com capacidade hospitalar crítica e grande número de casos e internações em leitos de UTI pela doença. A bandeira preta demanda cuidados ainda mais extremos – maiores do que os já adotados na bandeira vermelha (risco alto) e nas demais, de menor gravidade.

A bandeira preta, no entanto, não estabelece um lockdown. Implantado em outros países e em alguns Estados brasileiros, o lockdown é uma medida extremamente rigorosa, no qual as pessoas precisam de autorização para sair de casa e só podem fazê-lo para tarefas muito necessárias.

A intenção da bandeira preta do modelo de Distanciamento Controlado é instituir o alerta máximo e reforçar a necessidade de cumprimento dos protocolos e das regras sanitárias.

Caso o Gabinete de Crise mantenha a classificação em bandeira preta em Bagé e em Pelotas, as novas regras – mais rigorosas – serão válidas a partir de terça-feira (15).

Ambas as regiões – e também todas as outras 19, das quais 18 estão em bandeira vermelha e uma está em laranja – podem recorrer ao mapa preliminar até as 6h deste domingo (13).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Shows com aglomeração crescem mesmo com repique do coronavírus
“Primeira dose da vacina da Pfizer será aplicada nos Estados Unidos em menos de 24 horas”, diz o presidente Donald Trump
Deixe seu comentário
Pode te interessar