Quarta-feira, 12 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Cloudy

Futebol Secretário-geral da CBF dá detalhes sobre o planejamento para a volta do Campeonato Brasileiro

Compartilhe esta notícia:

Previsão é que a competição possa ser retomada no dia 9 de agosto

Foto: (Divulgação/CBF)

O secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Walter Feldman, trouxe detalhes sobre o planejamento para o retorno das competições nacionais no Brasil. Com a possibilidade de retomada do Campeonato Brasileiro, inicialmente marcada para os dias 8 e 9 de agosto, o secretário explicou que, apesar da dificuldade em equilibrar a situação da pandemia em cada estado, há possibilidade de um acordo.

“Os clubes brasileiros, quase em sua totalidade, já se posicionaram que, se for necessário, jogarão fora das suas cidades. Dezenove clubes da Série A e os vinte clubes da Série B se comprometeram com essa ideia”, disse Feldman em entrevista à Rádio Grenal. O único clube da série A que não aceitou jogar em outra cidade foi o Athletico Paranaense.

Feldman reforçou que, caso se consiga iniciar o Brasileirão na data marcada, o campeonato não precisará ter duas partidas por semana, dando, nesse caso, tempo hábil para a finalização dos estaduais. No entanto, caso a retomada não seja nesta data, a finalização do campeonato em sua totalidade, com as 38 rodadas, seria dificultada.

Sobre a confirmação de quatro testes positivos de Covid-19 no Inter, e a ida do Grêmio para Santa Catarina, o dirigente da CBF disse estar ciente do momento: “Nós temos conversado com o Luciano (presidente da FGF), e todos os outros presidentes das Federações. Nós estamos mapeando as situações de cada clube”.

Mas apesar de diversos atletas brasileiros terem testado positivo para a doença, Feldman se mantém otimista: “Eu acredito que o protocolo que nós construímos está muito bem embasado. A nossa sensação é de que com esse protocolo, nós poderemos ter um campeonato muito seguro”.

Nesta quarta-feira (1), os clubes da série C do Campeonato Brasileiro enviaram uma carta à CBF, sinalizando que querem retomar os jogos na mesma data estabelecida para a primeira e segunda divisão. Ainda, solicitavam mais uma ajuda financeira à Confederação. Sobre isso, o secretário afirmou que a diretoria da CBF ainda não se reuniu par a tomar esta decisão, mas reforçou que a entidade foi uma das que mais ajudou seus clubes neste momento, no futebol mundial.

Print Friendly, PDF & Email

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Futebol

Messi faz o gol 700 da sua carreira
Lance de Craque supera marca de R$ 3 milhões em doações para instituições beneficentes
Deixe seu comentário
Pode te interessar