Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fog

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Rio Grande do Sul Seis meses depois de assumir a sua homossexualidade, governador gaúcho compartilha pela primeira vez nas redes sociais uma foto com o namorado

Compartilhe esta notícia:

"Eu sou gay, e sou um governador gay. Não sou um 'gay governador'", declarou em entrevista à Pedro Bial.

Foto: Palácio Piratini
Político tucano (E) estava em isolamento desde a tarde, quando soube que seu namorado havia se infectado. (Foto: Reprodução/Instagram)

Passados seis meses desde que assumiu publicamente a sua homossexualidade, o governador gaúcho Eduardo Leite, 36 anos, compartilhou pela primeira vez na internet uma foto ao lado de seu namorado, o médico capixaba Thalis Bolzan, de 29. A imagem foi clicada no Ano Novo e postada na conta do político tucano na rede social Instagram.

Como legenda, o chefe do Executivo escreveu: “Um 2022 de muito amor no coração de todos!”. O parceiro também dividiu com os seguidores uma foto parecida em sua página, aparentemente na mesma festa: “Obrigado pelo bem que você faz a mim e ao mundo! Feliz Ano Novo! Amo você.”

Nos comentários da publicação do governador, havia saudações dos deputados estaduais Cibele Moura (PSDB-AL) e Renan Ferreirinha (PSB-RJ), além do perfil oficial do seu partido, o PSDB. Outros internautas também deixaram seus votos de prosperidade e mensagens de apoio nas redes sociais. “Que casal mais lindo!”, derreteu-se uma seguidora gaúcha.

Em poucos minutos, o nome de Eduardo Leite já estava na lista de assuntos mais comentados do Twitter. E políticos como Bruno Araújo, presidente do PSDB, João Doria e o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSB), manifestaram seu respeito e admiração pela atitude.

Um outro registro do casal já havia sido publicado no final de agosto, mas com Thalis na autoria da postagem. Naquela ocasião, eles completavam um ano de relacionamento. E a foto também motivou elogios, sem escapar de eventuais mensagens irônicas e preconceituosas por parte de alguns internautas.

Revelação

Eduardo Leite (PSDB), que em novembro perdeu para o colega paulista João Doria a disputa pela candidatura do PSDB à Presidência da República em 2022, chamou a atenção do público em âmbito nacional no começo de julho do ano passado, ao se tornar o primeiro governador gaúcho a assumir publicamente que é gay.

A declaração foi feita durante entrevista ao programa do jornalista Pedro Bial, na Rede Globo. “Eu sou gay e sou um governador gay. Não sou um ‘gay governador’, tanto quanto Obama nos Estados Unidos não foi um ‘negro presidente’, mas um presidente negro. E tenho orgulho disso”, frisou, acrescentando que:

“Tem a ver com a minha vida privada e não era um assunto até aqui, porque se deveria debater mais o que a gente pode fazer na política e não exatamente o que a gente é ou deixa de ser, “nesse Brasil com pouca integridade a gente precisa debater o que se é, para que fique claro e não se tenha nada a esconder”.

Leite relatou que teve o seu primeiro relacionamento com outro homem aos 25 anos. Antes, entretanto, ele chegou a namorar uma mulher durante quatro anos:

“Na minha adolescência e juventude, imaginei que pudesse ser gay, mas me recriminei por pensar nisso. Tive então uma namorada por quatro anos. Estava apaixonado, tinha prazer com ela, foi uma grande paixão. Aquele sentimento que tive me pareceu ter sido uma fase. Mas fiquei com um cara quando eu tinha 25 anos. Eu já era vereador quando aceitei isso na minha cabeça, de que era gay”.

Leite foi eleito em 2018 com 53,6% dos votos. Ele completará 37 anos no dia 10 de março, o que o torna o governador mais jovem em exercício no Brasil. Também foi prefeito de Pelotas entre 2013 e 2016 e, antes disso, secretário municipal, vereador e presidente da Câmara Municipal da cidade, localizada na Região Sul do Estado.

(Marcello Campos)

tags: em foco

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

RJ, SP e Ceará identificam casos de flurona, infecção por Covid e gripe ao mesmo tempo
Sem vaga em UTI pediátrica, criança de 3 anos morre em cidade gaúcha
Deixe seu comentário
Pode te interessar