Sexta-feira, 05 de Junho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Light Rain

Armando Burd Temporada de nuvens pesadas

Compartilhe esta notícia:

O vice-presidente Hamilton Mourão entra com extintor de incêndio na polêmica sobre confinamento. (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

A pandemia determinou a perda trágica de mais de 19 mil vidas. Junto a isso ocorrerão perdas para empresas, desempregos e tropeços orçamentários na União, nos governos estaduais e municipais. Não só as despesas aumentarão, como a arrecadação de impostos cairá numa proporção ainda desconhecida.

Questão de escolha

Chegou o momento de a sociedade mundial decidir o que ficará escrito nos livros de História: foram salvas vidas ou a Economia?.

Quem decide?

Entre os prefeitos, há muitas perguntas. Uma delas: qual orientação deve ser seguida, a do presidente Jair Bolsonaro ou do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta? Os dois trafegam em sentidos contrários.

Temperatura prejudicial

Discordâncias levaram dois governadores a romperem publicamente com o presidente Bolsonaro: João Doria, de São Paulo, e Ronaldo Caiado, de Goiás. Infelizmente, a lista vai aumentar.

Bombeiro de prontidão

O vice-presidente Hamilton Mourão, mais uma vez, acionou o equipamento antichamas, afirmando ontem que o posicionamento do governo é único para o combate do novo coronavírus. Defendeu ainda o isolamento contra o qual o presidente Jair Bolsonaro se manifestou na quarta-feira à noite. Mourão alega que houve equívoco na interpretação…

Mudança forçada

Repórteres de Brasília percebem que, a partir de agora, o presidente Bolsonaro será econômico nas palavras quando falar da pandemia.

Silêncio

Não é só no calendário que mudou a estação. Partidos políticos também entraram no outono e não têm nada a dizer em um momento de grave crise.

Relação direta

O Covid-19 eclodiu em Bérgamo, em Milão e na Bréscia, cidades mais ricas da Itália, com renda por habitante entre as maiores da Europa. São as que mantêm intensa movimentação de pessoas e mercadorias com a China. Os avisos para que as populações ficassem recolhidas foi admitido muito tarde.

Chance perdida

No calendário oficial de datas comemorativas, 24 de março é o Dia Internacional do Direito à Verdade. No meio à guerra de versões sobre a pandemia, passou sem que ninguém percebesse.

Pensam em tudo

As milícias no Rio de Janeiro são zelosas. Desde ontem, veículos com caixas de som percorrem áreas que dominam, determinando toque de recolher às 20h. Para preservar a clientela que paga por seus serviços, querem todos com saúde.

Não será fácil

Os apelos sensibilizaram a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que tenta junto à equipe econômica recursos adicionais para o crédito rural. Um dos objetivos é cobrir os prejuízos da seca no Rio Grande do Sul considerada a pior em oito anos. Os agricultores também querem rolar empréstimos contratados em bancos públicos para a compra de sementes e equipamentos.

Recusas têm motivo

Líderes de partidos, que lançaram tarrafas em busca de candidatos às prefeituras e câmaras municipais, estão pescando pouco. Quer dizer, há muitos pretendentes mas com votos minguados. Os que povoam a imaginação de dirigentes abrem mão dos convites. Não querem correr o risco, se eleitos, de serem acusados e submetidos a pré-julgamentos que se tornam definitivos. Adiante, quando fica comprovada a inocência, recebem uma notícia no pé de uma página.

Deu no site

“Bolsa dispara pelo 2º pregão seguido e apaga perdas da pior semana em 12 anos.”

Nenhuma novidade para quem conhece as regras do cassino, que incluem tradicionais perdas.

Desagradou

O Clarin, de Buenos Aires, não esconde o desconforto do governo argentino com a assinatura do acordo entre Brasil e Estados Unidos na área da Defesa, ocorrido este mês. Uma das conclusões do influente jornal: “O Brasil mudou seu status internacional e saiu da estrutura regional da América do Sul.”

Há quanto tempo…

Nas rodas de amigos, a pergunta bem humorada e mais frequente é esta: lembra qual foi seu último abraço?

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Armando Burd

O dilema
Fatos históricos do dia 26 de março
Deixe seu comentário
Pode te interessar