Quarta-feira, 08 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Light Drizzle

Brasil “Tentaram dar uma facada no coração dele, tentaram matar meu pai”, disse filho de Bolsonaro

Compartilhe esta notícia:

Nos 35 dias que sucederam a descoberta da investigação, Flávio Bolsonaro postou 13 publicações e passou ao todo 26 dias em silêncio. (Foto: Reprodução)

Flávio Bolsonaro, filho do candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro, enviou um áudio aos militantes do PSL após o pai levar uma facada na tarde desta quinta-feira (6) durante um evento de campanha, em Juiz de Fora (MG).

De acordo com Flávio, “uma pessoa do meio da multidão tenta dar uma facada no coração dele”. Ele também diz que “graças a Deus tinha um rapaz ali que percebeu que ele ia enfiar a faca” e “conseguiu dar uma desviada do braço desse cara que tentou matar meu pai”.

No áudio, Flávio também diz que está “tudo bem com ele, foi só um susto” e pede orações pela saúde do pai. Posteriormente, no entanto, ele mesmo postou em seu Twitter que o caso era “mais grave que esperávamos”.

A agenda do candidato foi imediatamente interrompida após o incidente.

Bolsonaro teve lesões nos intestinos delgado e grosso e passou por uma cirurgia que durou cerca de 2 horas e terminou por volta das 19h40min. O estado de saúde dele é estável. Por volta das 19h55min, Bolsonaro foi levado para a UTI da Santa Casa de Juiz de Fora, onde passaria a noite.

Um dos médicos que operou Bolsonaro, Luiz Henrique Borsato, disse que a estimativa é de que Bolsonaro fique de uma semana a 10 dias internado em recuperação. A chegada de uma equipe do Hospital Sírio-libanês, de São Paulo, estava prevista para ainda esta quinta à cidade mineira para avaliar uma possível transferência do presidenciável.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Vejas as dicas e as melhores formas para acumular milhas nos programas das companhias aéreas
Dois médicos e um bilionário criam acesso ao tratamento do câncer
Deixe seu comentário
Pode te interessar