Terça-feira, 07 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre

Mundo Testemunhas relatam que foram retirados sobreviventes dos destroços do avião da Pakistan Airlines

Compartilhe esta notícia:

Voluntários carregam homem ferido após queda de avião comercial em área residencial perto do aeroporto de Karachi, no Paquistão. (Foto: AP)

Diversas testemunhas relatam que foram retirados sobreviventes dos destroços do avião da Pakistan Airlines, que caiu nesta sexta-feira (22) em Karachi, no Paquistão. Agências de notícia do país confirmam, até o momento, pelo menos dois sobreviventes.

Entre os resgatados com vida, está o presidente do Banco de Punjab, Zafar Masud. A família publicou imagens do resgate nas redes sociais. Porém, ainda não está claro se as demais pessoas resgatadas com vida estavam nas casas atingidas ou dentro da aeronave.

“Muito obrigada, Deus foi misericordioso”, afirmou o Ministro Chefe do país, Murad Ali Shah, em entrevista à Reuters. O avião estava próximo à pista de pouso do aeroporto da cidade de Karachi, uma das mais populosas do país, e caiu em área residencial.

Problema técnico

O ministro do Interior do Paquistão, Ijaz Ahmad Shah, declarou que o piloto havia indicado que tinha “perdido um motor” e que logo fez uma “chamada de socorro”.

O presidente da companhia aérea, Arshad Malik, afirmou que, na última vez que receberam notícias do piloto, ele indicou que havia um problema técnico. “Nós dissemos [ao piloto] que havia duas pistas prontas para aterrizagem, mas ele decidiu voltar a acelerar. Por quê? Resta ainda determinar o problema técnico”, afirmou em um vídeo no Twitter.

Um funcionário sênior da aviação civil disse à Reuters que parecia que o avião não conseguia liberar as rodas devido a uma falha técnica antes do pouso, mas era cedo para determinar a causa.

A Airbus não se manifestou sobre o acidente.

Desastre após bloqueios

O acidente ocorre apenas alguns dias após o país começar a permitir a retomada dos voos comerciais após o bloqueio de um mês imposto para conter a propagação da pandemia de Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus. Apenas alguns voos internacionais foram mantidos.

Nos últimos anos, o Paquistão sofreu vários acidentes aéreos, civis e militares. Em dezembro de 2016, um avião de passageiros, também pertencente à empresa nacional PIA, caiu no norte do país, matando 40 pessoas. A aeronave pegou fogo após um de seus motores entrar em pane enquanto viajava de uma zona remota do norte do Paquistão para Islamabad.

Em 2010, um Airbus 321 operado pela companhia Airblue que havia decolado de Karachi caiu nos arredores de Islamabad, matando 152 pessoas.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

“O governo federal vai comprar um pedaço das empresas aéreas e depois vender”, disse o ministro da Economia
A obesidade é uma doença que atinge cerca de 20% da população brasileira
Deixe seu comentário
Pode te interessar