Sexta-feira, 07 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre

Economia Trabalho online pode ser alternativa para quem está sem renda

Compartilhe esta notícia:

Aula virtual de violão é um dos trabalhos que se mostra em alta.

Foto: Reprodução/TV Integração
Aula virtual de violão é um dos trabalhos que se mostra em alta. (Foto: Reprodução/TV Integração)

A pandemia trouxe o isolamento social, a queda na atividade econômica e o aumento do desemprego. Assim, a busca por empregos para trabalhar online se tornou uma alternativa de renda em meio às incertezas no mercado de trabalho tradicional e à necessidade de se proteger do coronavírus.

“Vale a pena considerar os trabalhos pela internet como uma fonte de renda extra, uma forma de flexibilizar a rotina de trabalho ou até mesmo buscar um novo rumo para a carreira profissional”, defende Adeel Qayum, estrategista de conteúdo e de marketing.

Ele alerta que a procura pelas vagas de trabalho online deve ser feita em sites e plataforma confiáveis. A pesquisa envolve buscar a reputação das empresas e os resultados que elas costumam trazer para os profissionais. Qayum sugere ainda 17 áreas com tendência de alta na demanda por trabalhos online.

Temporários e freelancers

Há plataformas que fazem a intermediação na contratação de serviços de profissionais para saber as áreas que mais estão demandando trabalho online durante a pandemia, como a Workana, 99Freelas e a GetNinjas.

Levantamento do aplicativo de contratação de serviços GetNinjas mostra o impacto da Covid-19 na demanda por serviços online no país. O relatório é baseado nos mais de 500 tipos de serviços que são realizados pelos mais de 1,5 milhão de profissionais autônomos.

“Por conta da pandemia, as pessoas tiveram que alterar suas rotinas e a contratação de serviços online se tornou a única opção viável para muitas famílias. Do outro lado, temos o prestador de serviços que, impossibilitado de sair de casa para trabalhar, consegue manter a renda familiar ao se adaptar para o trabalho remoto. Como agora diversas profissões e serviços migraram para o universo online, procuramos expandir o leque de serviços remotos para atender as necessidades do mercado” explica Eduardo L’Hotellier, fundador e CEO do GetNinjas.

Por causa da Covid-19, o GetNinjas dobrou a oferta de serviços que podem ser feitos online, aumentando as opções de trabalho para os profissionais. Entre os serviços incluídos estão adestramento de cães, aula de confeitaria, consulta psicológica, aula de tricô, consulta de fisioterapia, aula de dança, aulas voltadas para alunos com autismo, déficit de atenção, dislexia e hiperatividade, serviços de tradução de novos idiomas, como persa, finlandês e armênio.

Design e Tecnologia – A categoria teve aumento de 34% na demanda em todo o Brasil entre os dias 14 e 20 de junho em comparação com os dias 8 e 14 de março. Os serviços mais procurados são: desenvolvimento de sites e sistemas – 67%, áudio e vídeo – 56%, animação motion – 38%, marketing online – 37%, aplicativos para celular e redes sociais – 36% e ilustração, com  34%.

Consultoria – A categoria apresentou aumento de 26% na demanda em todo o Brasil entre os dias 14 e 20 de junho em comparação com os dias 8 e 14 de março. O serviço mais procurado foi: advogados – 68%. O aplicativo identificou, ainda, que 70% das solicitações são relacionadas à Vara da Família, sendo a maior parte dos pedidos relacionados a divórcio (47%) e pensão alimentícia (20%).

Bem-Estar – A categoria teve aumento de 22% na demanda em todo o Brasil entre os dias 17 a 23 de maio, semana com maior pico de solicitações até o momento, em comparação com os dias 8 a 14 de março. Os serviços mais procurados categoria são: psicólogos – 50% e nutricionistas, com 9%.

Aulas – A categoria registrou aumento de 17% entre os dias 14 de junho a 20 de junho em comparação a 8 a 14 de março, após longo período de queda. Os serviços que mais apresentaram procura foram: aulas de música (São Paulo) – 30%, aulas de idioma (Brasil) – 35%, aulas de música (Brasil) – 30%, aulas de luta (Brasil), com  7%.

Ainda de acordo com o GetNinjas, as aulas de música mais procuradas pelos clientes no aplicativo são para canto, violão, teclado, piano e violino.

 

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

O BNDES disponibilizou 5 bilhões de reais para micro, pequenas e médias empresas
Netos de Luiz Gonzaga divulgam “nota de nojo” por uso de música do compositor em live de Bolsonaro
Deixe seu comentário
Pode te interessar