Terça-feira, 26 de Maio de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Notícias Uma operação especial no porto de Rio Grande permitiu o embarque de 20 mil cabeças de gado para o Oriente Médio

Compartilhe esta notícia:

Por causa da pandemia de coronavírus, nenhum tripulante foi autorizado a descer da embarcação. (Foto: Divulgação/Governo RS)

Nesta terça-feira (31), foi concluído no porto de Rio Grande (Litoral Sul gaúcho) o embarque de aproximadamente 20 mil cabeças de gado, com destino à Jordânia (Oriente Médio), após três dias de operação especial. Os animais, das raças hereford e angus, além de cruzas como braford e brangus, têm como destino os mercados consumidores daquela região do planeta. Trata-se do maior embarque de gado vivo na história gaúcha.

O navio “Bader 3”, com bandeira das Bahamas, é especializado nesse tipo transporte. A sua estrutura tem mais de 200 metros de comprimento por quase 30 metros de largura e capacidade para 26 mil toneladas.

De acordo com a operadora Sagres Agenciamentos Marítimos, responsável pelo carregamento, antes de chegar ao local da atracação a embarcação passou por uma série de protocolos de fiscalização e cumprimento de condicionantes pré-operacionais.

Dentre essas diretrizes está o cumprimento de determinações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Ministério da Saúde, Ministério da Agricultura, Receita Federal e Autoridade Portuária de Rio Grande.

Restrição

Não está sendo permitido o desembarque de nenhum integrante da tripulação, por conta da pandemia de Covid-19. Por meio de uma ordem de serviço, o diretor-superintendente do porto do Rio Grande, Fernando Estima, estabeleceu outras medidas. Também foram atendidos pré-requisitos operacionais do próprio terminal e da operadora.

Ele salienta que um dos compromissos do governo do Rio Grande do Sul é não deixar os portos pararem durante a pandemia: “Estamos ajudando na segurança alimentar, e prova disso são as exportações de gado e soja que estamos fazendo”.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Notícias

Judiciário, Legislativo e órgãos autônomos devolverão R$ 150 milhões para enfrentamento do coronavírus
A Confederação Sul-Americana de Futebol decidirá quais serão as punições para os oito jogadores de Grêmio e Inter que foram expulsos no dia 12
Deixe seu comentário
Pode te interessar