Sábado, 24 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Fair

Celebridades Xuxa diz que revelar abuso sexual sofrido na infância foi como um grito de socorro

Compartilhe esta notícia:

Apresentadora afirma admirar mulheres anônimas que têm força para agir e não se calar

Foto: Reprodução/Instagram
Apresentadora doou R$ 1 milhão para o combate à pandemia de Covid-19. (Foto: Reprodução/Instagram)

A apresentadora Xuxa Meneghel, 56, diz não vê razão para o Dia Internacional da Mulher, celebrado neste domingo (08). Para ela, todos os dias são das mulheres, que ainda enfrentam muitas barreiras em um mundo machista.

Xuxa afirma admirar as feministas que romperam alguns desses muros ao longo da história e aplaude as mulheres de hoje que escolhem por não se calar e agir diante das desigualdades.

A própria apresentadora decidiu agir quando revelou, em entrevista ao “Fantástico”, da TV Globo, em 2012, que foi vítima de abuso sexual na infância por parte de vários homens, incluindo o namorado de sua avó e o melhor amigo de seu pai. À época, o depoimento causou comoção.

“A primeira coisa que passa na cabeça da gente quando sofremos algum assédio é se calar. Depois a gente engole, mas não consegue digerir e poucas pessoas conseguem vomitar. Eu sou uma das pessoas que conseguiu vomitar, colocar para fora. E isso fez com que eu pudesse me ouvir, quase como um grito de socorro”, disse Xuxa.

Ela atribui o silêncio das vítimas de assédio e abuso a uma sociedade machista, que permite ao homem fazer o que quiser. À mulher, resta o questionamento sobre o que fez para merecer a agressão. “Nada, nada, nada justifica. Eu me perguntei muito o que eu fiz para merecer aquilo. Hoje eu sei que a gente não precisa fazer isso.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Celebridades

Bruna Marquezine lamenta ser vista como artista de TV: “Nunca recebi muitas propostas de cinema”
Marília Mendonça diz não sentir culpa por voltar aos palcos tendo um filho pequeno: “Estou tranquila”
Deixe seu comentário
Pode te interessar