Domingo, 26 de Janeiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
32°
Partly Cloudy

Brasil A epidemia de zika pode estar a caminho do fim e acabar de vez em três anos

A zika pode ser transmitida por via sexual, transfusão sanguínea, além da picada de mosquitos aedes. (Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas)

Estudo publicado na Science, uma revista científica publicada pela Associação Americana para o Avanço da Ciência, indica que a epidemia de zika pode estar a caminho do fim e acabar de vez em três anos.
Os resultados se baseiam nos dados obtidos até então de transmissibilidade e de ciclo da doença – o período de infecção dura cerca de 11 dias e pode não apresentar nenhum sinal ou sintoma.

O fato de muita gente pegar a doença, que pode ser transmitida por via sexual, transfusão sanguínea, além da picada de mosquitos aedes, pode favorecer o aparecimento do fenômeno “imunidade de rebanho”. Na Polinésia Francesa, por exemplo, que teve um surto do vírus de 2013 a 2014, estima-se que 66% da população tenha sido infectada. Com boa parte das pessoas apresentando anticorpos antizika (e é possível que qualquer brasileiro tenha tido a doença), essa imunidade de rebanho funcionaria como um escudo, dificultando que mesmo pessoas que nunca tiveram o vírus o adquiram.

A estimativa é que a próxima grande epidemia de zika afete a região em dez anos, por causa da nova geração que vai nascer e que ainda não estaria imunizada contra esse vírus. Para reverter esse cenário, uma possibilidade é o uso de vacinas antizika, que ainda está em desenvolvimento. (Folhapress)

Voltar Todas de Brasil

Compartilhe esta notícia:

85% dos brasileiros apoiam a cassação do mandato de Eduardo Cunha, diz Datafolha
A longa espera que pode ser fatal: quase a metade dos pacientes com câncer inicia o tratamento após o prazo previsto em lei
Deixe seu comentário
Pode te interessar