Últimas Notícias > Capa – Magazine > Thiaguinho e Fernanda Souza se separam após oito anos juntos: “Percebemos que virou uma linda amizade”

Microsoft e a Sony fazem parceria em streaming de jogos e chips

O acordo reforça os negócios de computação em nuvem Azure. (Foto: Reprodução)

As gigantes da informática Microsoft e Sony anunciaram na última quinta-feira (16) uma parceria estratégica em que a Sony vai usar a infraestrutura de computação em nuvem da Microsoft para streaming de jogos e mídia e as duas empresas vão trabalhar juntas para desenvolvimento de novos sensores de imagem.

O acordo está em seus estágios iniciais, com muitos detalhes ainda a serem determinados. Mas os donos de duas grandes franquias de entretenimento interativo – a plataforma Xbox, da Microsoft, e o PlayStation, da Sony – vão colaborar para transmitirem jogos e conteúdo e oferecer novas ferramentas de desenvolvimento aos criadores de jogos.

“Por muitos anos, a Microsoft tem sido uma das principais parceiras de negócios para nós, embora, é claro, as duas empresas também estejam competindo em algumas áreas”, disse o presidente-executivo da Sony, Kenichiro Yoshida, em comunicado. “Acredito que nosso desenvolvimento conjunto de futuras soluções em nuvem contribuirá muito para o avanço do conteúdo interativo.”

O acordo reforça os negócios de computação em nuvem Azure, da Microsoft, que ajudou a impulsionar o valor de mercado da empresa para mais de 1 trilhão de dólares no mês passado. Ele também ajuda a Microsoft a enfrentar a líder do mercado de computação em nuvem, a Amazon.

A Sony também é uma importante fornecedora de chips para câmeras para smartphones e outros dispositivos. Sony e Microsoft disseram que desenvolverão novos chips sensores de imagem que usam a tecnologia de inteligência artificial da Microsoft para clientes corporativos. As duas empresas não especificaram como os chips serão usados.

As câmeras inteligentes estão sendo usadas atualmente em aplicações como a detecção de itens defeituosos que saem das linhas de fabricação com maior precisão do que os inspetores humanos.

Sony e Microsoft disseram que vão explorar como usar as ferramentas de inteligência artificial da Microsoft nos produtos de consumo da Sony, “para fornecer experiências de inteligência artificial altamente intuitivas e fáceis de usar”.

Google

A Google revelou ao mundo o Stadia, uma plataforma de jogos por streaming que chega ainda em 2019 nos EUA, Canadá e Europa . O anúncio foi feito em março, em São Francisco, EUA, em uma conferência na GDC 2019 onde revelou seu novo serviço, que rodará jogos em nuvem como uma “Netflix dos games”. A apresentação contou com a presença de estúdios importantes, como a Id Software, e com o anúncio de um estúdio de produção de games do Google com Jade Raymond, ex-EA e Ubisoft, no comando.

O sistema funcionará via streaming, sem a necessidade de um console físico – apenas um controle específico, produzido exclusivamente para o Stadia. O dispositivo tem formato parecido com o do Xbox One e PS4, inclusive com botões como A, B, X, Y, além de direcionais e analógicos. A plataforma funcionará a partir de computadores, tablets, celulares e até mesmo via TVs.

A Google descreve o Stadia como “uma plataforma onde todos poderão fazer de tudo, voltada para quem joga games, para quem produz games e para quem cria conteúdo com games”, referindo-se a YouTubers, desenvolvedores e, claro, o público.

A ideia da Google partiu de vários outros projetos desenvolvidos no passado, como o Project Stream, lançado em 2018 em formato de protótipo, com o game Assassin’s Creed Odyssey, rodando em um navegador Google Chrome. Este jogo também foi demonstrado pela Ubisoft na apresentação do Stadia, onde o jogador pode começar a jogar este mesmo título em questão de segundos, sem a necessidade de carregamentos ou downloads.