Últimas Notícias > Capa – Magazine > Dany Bananinha confirma gravidez de seu primeiro filho e diz que é “presente inesperado”

Avança proposta que acaba com o sigilo de operações do BNDES

O senador Lasier Martins, autor da emenda aprovada ontem no Senado. (Foto Divulgação)

O senador gaúcho Lasier Martins (Podemos) conseguiu aprovar ontem na Comissão de Constituição e Justiça do Senado um parecer da sua emenda de plenário, que acaba com o sigilo nas operações de crédito concedidas pelo BNDES, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e outras instituições financeiras públicas, como o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal.

Lasier, que, lembra o colunista, é vice-presidente do Senado, tem uma justificativa: “o dinheiro é de todos os brasileiros. É preciso que todos saibam para onde está indo e para quem. A transparência é fundamental na gestão dos recursos públicos, hoje escassos. Não se pode admitir negócios temerários ou, até mesmo, favorecendo pessoas próximas do poder”.

Saiba por que procuradores deixaram a Lava-Jato

Os seis procuradores que haviam pedido demissão coletiva por discordar da então procuradora-geral da República em relação à delação premiada do ex-presidente da OAS Léo Pinheiro e ontem retornaram à força-tarefa, tinham uma boa razão.

A agora ex-procuradora Raquel Dodge havia suprimido um anexo, com supostas irregularidades cometidas pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), um irmão do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, o ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Humberto Martins e o presidente do TCU ( Tribunal de Contas da União), ministro José Múcio Monteiro.

Ato contra Bolsonaro pago por todos contribuintes

A Comissão de Graduação de um do Curso de Biotecnologia da UFRGS, alinhada com o que há de pior na esquerda, não hesita em usar recursos públicos para promover a convocação de um ato contra o presidente da República Jair Bolsonaro. Os convites utilizam arquivos de e-mails e estrutura da UFRGS, meios sabidamente custeados pelo dinheiro dos contribuintes.

Deputados tentam convocar Secretário da Fazenda

Com um olho na atuação parlamentar e outro na eleição para a prefeitura de Porto Alegre no ano que vem, os deputados Sebastião Melo (MDB) e Fábio Ostermann (Novo) fazem um novo movimento para convocar o secretário da Fazenda, Marco Aurélio Cardoso, e o presidente do Conselho de Administração do Banrisul, Ademar Schardong, para justificarem na Assembleia Legislativa a venda de ações do Banrisul. Para ser aprovada, a convocação precisará passar pelo colégio de líderes, que se reúne na manhã da próxima terça-feira.

Governo gaúcho mais próximo da adesão ao RRF

O governo gaúcho está bem próximo de assinar o pré-acordo de adesão ao Regime de Recuperação Fiscal na avaliação dos técnicos do Tesouro Nacional. Mesmo não tendo se materializado na prática, algumas ações, como a proposta de orçamento congelado para 2020, parecem ter sensibilizado os técnicos quanto à disposição do governo gaúcho em impor uma política de austeridade fiscal nos próximos três anos.