Últimas Notícias > Capa – Destaques > Com dois gols anulados, Inter vence Chapecoense por 1 a 0 no Beira-Rio

Como fica a privacidade com a multiplicação de câmeras?

Somos cada vez mais monitorados. Por câmeras, assistentes virtuais, celulares. (Foto: Reprodução de internet)

Somos cada vez mais monitorados. Por câmeras, assistentes virtuais, celulares. Com a ajuda da inteligência artificial, esses equipamentos são capazes de identificar quem somos e onde estamos em uma fração de segundo. Já conseguem até mapear nossas emoções.

É um poder capaz de ser usado para o bem da sociedade, como encontrar presos foragidos. Ou se tornar uma ameaça, quando usado, por exemplo, por governos autoritários. Os especialistas Marcelo Lins, Rafael Coimbra e Alexandre Roldão conversaram sobre o tema com o diretor do Instituto de Tecnologia e Sociedade, Carlos Affonso.

O que são podcasts?

Segundo os especialistas, um podcast é como se fosse um programa de rádio, mas não é: em vez de ter uma hora certa para ir ao ar, pode ser ouvido quando e onde a gente quiser. E em vez de sintonizar numa estação de rádio, a gente acha na internet. De graça.

Dá para escutar num site, em uma plataforma de música ou num aplicativo só de podcast no celular, para ir ouvindo quando a gente preferir: no trânsito, lavando louça, na praia, na academia.

Os podcasts podem ser temáticos, contar uma história única, trazer debates ou simplesmente conversas sobre os mais diversos assuntos. É possível ouvir episódios avulsos ou assinar um podcast – de graça – e, assim, ser avisado sempre que um novo episódio for publicado.

Facebook

O Facebook fez uma publicação a salientar a importância de ter acesso à localização dos seus utilizadores. É irônico que o Facebook publique algo do gênero mesmo quando o iOS 13 e Android 10 estão prestes a serem lançados.

“Facebook é melhor com localização, faz com que check-ins em hotéis e o planeamento de viagem seja mais fácil. Além disso, ajuda a melhorar anúncios e a manter a comunidade do Facebook mais segura. Funções como Encontrar Wi-Fi e Amigos Próximos utilizam localização precisa até quando não utilizas a app para garantir alertas e ferramentas mais personalizadas para ti”, diz uma publicação no site oficial da rede social.

Os novos sistemas operativos da Apple e Google vão oferecer mais opções de privacidade, incluindo no que se trata de acesso à localização por parte de aplicações. Isso vai dificultar a vida ao Facebook, que beneficia de todo os dados que conseguir recolher.

Permissões

Na publicação, o Facebook detalha como é que a recolha de localizações passará a ser feita nos novos sistemas operativos. No Android 10, a rede social explica que os utilizadores terão a opção de escolher individualmente quais aplicativos acedem à localização.

No entanto, existe a opção de permitir que a app aceda à localização mesmo quando não está em uso. O Facebook “promete” que caso o utilizador desative esta opção, nada será recolhido quando a app não for usada.

Para o iOS 13, as permissões são semelhantes. No entanto, o sistema operativo da Apple oferece uma opção chamada “permitir uma vez” que como o nome indica, permite apenas uma vez o acesso à localização, excepcionalmente.

Deixe seu comentário: