Últimas Notícias > Notas Brasil > Petrobras contrata plataforma para operar em Búzios 5

Cuba Gooding Jr. se apresenta à polícia após acusação de assédio

Acusado por uma mulher de tocá-la inapropriadamente em um bar, ator foi à polícia de Nova York para ser interrogado. (Foto: Divulgação)

O ator americano Cuba Gooding Jr. se entregou à polícia de Nova York para interrogatório nesta quinta-feira (13), de acordo com a revista americana The Hollywood Reporter. Ele é acusado por uma mulher de 29 anos de ter apalpado seus seios sem seu consentimento em um bar em Manhattan no último domingo (09).

Os advogados do ator já haviam afirmado na quarta-feira (12) que ele pretendia se entregar à polícia, apesar de ele negar as acusações. Ao site TMZ, ele se defendeu dizendo que as câmeras do Magic Hour Rooftop Bar and Lounge, onde o caso teria ocorrido, podem mostrar que ele “não fez nada de errado”. “Eu confio no sistema, vamos deixar o processo falar por si”, afirmou.

Em nota divulgada na segunda-feira (10), o Departamento de Polícia de Nova York disse que “leva o assédio sexual extremamente a sério e encoraja qualquer pessoa que tenha sido vítima a fazer um relatório na polícia para que possamos realizar uma ampla investigação e oferecer apoio e serviços aos sobreviventes”.

Em 2016, Cuba Gooding Jr. interpretou O. J. Simpson na minissérie The People v. O. J. Simpson: American Crime Story, que recria o famoso caso do jogador de futebol americano acusado de assassinar sua ex-mulher, Nicole Brown. Em 1997, ele ganhou o Oscar de melhor ator por sua atuação no filme Jerry Maguire, a Grande Virada.

O ator nasceu no Bronx em uma família pobre e, apesar de ser hoje o mais famoso, foi o pai Cuba Gooding, Sr. quem primeiro se lançou no mundo artístico. O pai era o vocalista da banda “soul” The Main Ingredient, que colocou alguns temas nos tops mundiais dos anos 70, como “Everybody Plays the Fool”. Devido ao sucesso do grupo, mudou-se com a família para Los Angeles, onde encontrou uma vida de luxo.

Assédio

O assédio do qual Gooding é acusado teria acontecido no Hour Rooftop Bar e Lounge, no centro de Manhattan e, segundo a mulher que denunciou o ator, ele a apalpou à força sem sua permissão. Ao site TMZ, que abordou o astro no aeroport de Los Angeles, ele negou o assédio, dizendo que a acusação era falsa e câmeras no bar mostrariam que não fez nada de errado. “Eu confio no sistema e deixo o processo falar por si”, afirmou o ator, que teria discutido com a mulher após tocá-la.

“O Departamento de Polícia de Nova York leva a agressão sexual a sério e insta qualquer um que tenha sido vítima a apresentar um relatório policial para que possamos realizar uma investigação abrangente e oferecer apoio e serviços aos sobreviventes”, afirmou a polícia em comunicado oficial à imprensa. Cuba prestou depoimento na Unidade de Vítimas Especiais de Nova York, que investiga crimes de natureza sexual.

Deixe seu comentário: