Últimas Notícias > Atividades Empresariais > Gastrobar com inspiração na culinária portuguesa inaugura em Porto Alegre

Erva mate poderá ser incluída no preparo da merenda escolar no Rio Grande do Sul

A erva mate traz benéficos para o controle do colesterol ruim (Foto: Correio do Povo)

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou com 31 votos, nesta terça-feira (10), o projeto de lei nº 68 de 2018, que inclui a erva mate e seus derivados no cardápio da merenda de escolas públicas do Estado. Além do chimarrão, outros produtos alimentícios são feitos à base de erva-mate, como o pão, bolo, biscoito e geleia.

O intuito do projeto é possibilitar às crianças os mesmos benefícios de quem toma chimarrão todos os dias, sem precisar consumir a bebida, pois o consumo da erva mate contém vitaminas, cafeína, antioxidantes, potássio e aminoácidos. Também ajuda na saúde cardiovascular, evitando o colesterol alto e gorduras, prevenindo ataques cardíacos.

“Baseado em estudos é possível afirmar que o consumo de erva mate é benéfico à saúde, justificando sua inclusão, bem como de seus derivados, no cardápio da merenda escolar, para que as crianças possam usufruir desde cedo dos benefícios da erva mate sem necessariamente ter que consumir a bebida, muitas vezes não oferecida pelos pais na idade escolar”, justificou o deputado Gilberto Capoani (MDB), autor do texto aprovado pela Assembleia. O projeto segue para aprovação e regulamentação do governador Eduardo Leite, para que, no próximo ano letivo, seja incluído.

Deixe seu comentário: