Últimas Notícias > CAD1 > Unidades de pronto-atendimento terão serviços ampliados na Zona Leste de Porto Alegre

EUA dizem que fim do visto para brasileiros depende apenas do Brasil

Embaixadora dos EUA no Brasil, Liliana Ayalde, disse que o assunto voltou a ser discutido bilateralmente. Foto: Nelson Antoine/AP

A embaixadora norte-americana no Brasil, Liliana Ayalde, afirmou em entrevista ao Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, que a isenção de vistos de brasileiros aos Estados Unidos – e, consequentemente, para norte-americanos entrarem no País – é um tema que voltou a ser discutido bilateralmente.

No entanto, pontos da discussão, como a necessidade de troca de informações prévia de passageiros e a interação entre os dois sistemas de controle de imigração dos países, exigida pelos Estados Unidos, dependem agora de uma posição do governo brasileiro.

“Vamos ver o que o governo brasileiro apresenta. Estamos prontos para falar; temos feitos programas com outros governos e estamos prontos para fazer algum projeto piloto [com o Brasil]. Mas vai depender das autoridades brasileiras”, advertiu a embaixadora.

“Se falou muito no tema da isenção de vistos, mas ficou um pouco ‘in box’ por falta de uma decisão política”, completou Liliana.

Requisitos para isenção

A embaixadora afirmou que um dos requisitos para a isenção de vistos brasileiros para entrar nos Estados Unidos, ter 96% de concessão dos pedidos feitos por cidadãos daqui, já foi atingida pelo País. “Então não passa de mito o medo que uma pessoa tem de que não irá conseguir visto”, disse.

Além disso, Liliana considerou que o processo de concessão das autorizações para a entrada naquele país avançou significativamente por conta da descentralização do atendimento antes exclusivo aos consulados e à embaixada norte-americana.

“Há dois, três anos o processo era lento, e poderia demorar 140 dias desde a solicitação até a entrega. Nesse momento, são dez dias no máximo”, concluiu. (AG)