Últimas Notícias > | > Exposição sobre carreira de Sandy e Júnior chega a Porto Alegre nesta sexta-feira

Inter não segura ataque do Flamengo e perde por 2 a 0 no Maracanã

(Foto: Reprodução/Twitter @SCInternacional)

*Por Bárbara Assmann

Lotado. É assim que o Maracanã recebeu o jogo entre Flamengo e Internacional pela disputa das quartas de final da Libertadores. E contribuiu para a festa carioca. O Flamengo ganhou de 2 a 0 e Bruno Henrique marcou as duas vezes.

O Internacional até conseguiu segurar, com muita marcação, o empate. Mas, depois dos 30 minutos do segundo tempo, o Flamengo furou o bloqueio e conseguiu marcar dois gols seguidos, deixando a equipe colorada desconcentrada. 

No time colorado, Edenilson era dúvida durante toda a semana, mas, após realizar exames minutos antes do confronto, foi liberado para atuar no Rio de Janeiro. A equipe estava completa. Assim como o Flamengo que também teve boas notícias vindas do departamento médico: Gabigol, que chegou a ser dado como desfalque, foi confirmado como titular.

O Flamengo começou a partida trocando passes, tudo isso para conseguir chegar ao ataque. Já o Internacional, por conta disso, estava bem postado na defesa.

A equipe carioca trabalhava muito a recuperação rápida de bola. A primeira finalização aconteceu aos oito minutos. Everton Ribeiro arriscou um chute de fora da área e obrigou Marcelo Lomba a espalmar para o lado. Mas o Inter se fechava e dificultava o ataque adversário. 

Mas, quando atacava, o Flamengo levava perigo. Aos 18, Bruno Henrique encheu o pé de fora da área, fazendo Marcelo Lomba brilhar novamente. A posse de bola era toda carioca, com isso, o Inter continuava todo em sua defesa. O colorado não conseguia segurar a bola e tinha dificuldades para chegar ao ataque e finalizar.

A partir dos 25, as duas equipes não levaram mais perigo aos goleiros: o Inter não atacava, mas marcava muito, fazendo com que o Flamengo também não tivesse sucesso. Porém, aos 40, o colorado teve a primeira chegada com perigo. Sobis recebeu a bola no ataque, mas dominou e recuou para D’Alessandro, que arriscou um chute de longe, que foi para fora.

O jogo estava para acabar e Marcelo Lomba fez mais uma grande defesa. A melhor chance do Flamengo no jogo. Everton Ribeiro acionou Gabigol, que bateu prensado e Marcelo Lomba evitou o primeiro gol. 

Os primeiros minutos da segunda etapa não mudaram na perspectiva da primeira. O ponteiro marcava 10 minutos e nenhuma chegada com perigo. Porém, com a marcação colorada mais adiantada, a equipe carioca passou a enfrentar mais dificuldades para chegar ao ataque. 

Odair Hellmann esperou os primeiros minutos, mas, depois, já modificou sua equipe. Entrou Wellington Silva no lugar de Sóbis. Depois, também tirou D’Alessandro para colocar Nico López.

O Flamengo tentava de todas as maneiras, mas o Inter era muito organizado defensivamente. Porém, a organização pecou, e muito. Aos 29, o Mengão marcou com Bruno Henrique. 

Cuesta até conseguiu fazer um bom carrinho, mas a bola acabou sobrando para Gerson, que conseguiu tirar do zagueiro e de Marcelo Lomba e deixou Bruno Henrique sem goleiro para abrir o placar no Maracanã! Flamengo 1, Inter 0. 

Não demorou muito para vir o segundo. Aos 33, ele de novo. Bruno Henrique recebeu de Gabigol na entrada da área e chutou no canto de Marcelo Lomba. Flamengo 2, Inter 0. 

Inter acabou sentindo muito o primeiro gol. O momento foi de desconcentração total da equipe. E quase que o time carioca marca o terceiro. Gabi Gol furou na frente do gol. Aos 42, Odair fez sua última troca: Edenilson saiu para a entrada de Guilherme Parede. 

Mas, nos acréscimos, quase gol colorado. Nico López invadiu a área, cortou Rodrigo Caio e bateu rasteiro, buscando o canto. A bola saiu à esquerda de Diego Alves. Até teve uma maior pressão colorada, mas não deu. O Internacional não conseguiu segurar o ataque flamenguista e perdeu por 2 a 0.

 

*Estagiária sob supervisão de Marjana Vargas

Deixe seu comentário: