Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Fair

Economia Mercado financeiro aumenta a estimativa de inflação para este ano e prevê alta do PIB perto de 1% no Brasil

Os dados constam no Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Os preços dos alimentos foram os principais responsáveis pela inflação de 0,8% na classe mais baixa. (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

O mercado financeiro aumentou, pela terceira semana seguida, a sua estimativa de inflação para este ano no Brasil e também passou a projetar um crescimento da economia brasileira próximo de 1% em 2019, segundo o Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (25) pelo BC (Banco Central).

Os economistas elevaram a estimativa de inflação para 2019 de 3,33% para 3,46%. A expectativa para o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) segue abaixo da meta central, de 4,25%. O intervalo de tolerância varia de 2,75% a 5,75%.

Para 2020, o mercado financeiro manteve em 3,60% a sua previsão. No próximo ano, a meta central de inflação é de 4% e terá sido oficialmente cumprida se o IPCA oscilar entre 2,5% e 5,5%.

PIB

O mercado financeiro também elevou a previsão de crescimento da economia brasileira em 2019 de 0,92% para 0,99%. Para o ano que vem, a previsão de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) subiu de 2,17% para 2,20%.

Juros e dólar

Os economistas mantiveram em 4,5% ao ano a previsão para a Selic no fim de 2019. Atualmente, a taxa básica de juros está em 5% ao ano. Com isso, o mercado segue prevendo queda nos juros neste ano. Para o fim de 2020, a projeção passou de 4,25% para 4,5% ao ano.

A estimativa do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2019 subiu de R$ 4 para R$ 4,10 por dólar. Para o fechamento de 2020, continua em R$ 4 por dólar.

Voltar Todas de Economia

Compartilhe esta notícia:

UFRGS divulga o gabarito do segundo dia de provas do vestibular 2020
Galvão Bueno anuncia alta médica e parabeniza o Flamengo
Deixe seu comentário
Pode te interessar