Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Zeca projeta duelo contra o Alianza Lima pela Libertadores

Ministério Público Federal recorrerá da decisão de soltura de Temer

Temer teve a soltura anunciada na tarde desta segunda-feira (25). (Foto: Cesar Itiberê/PR)

O Ministério Público Federal (MPF) informou que recorrerá da decisão que concedeu a liberdade para o ex-presidente Michel Temer, o ex-ministro Moreira Franco e outras seis pessoas presas na Operação Descontaminação. A soltura foi determinada nesta segunda-feira (25), pelo desembargador Ivan Athié, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), conforme noticiamos aqui.

O comentarista da Pampa Gustavo Victorino, comentou o recurso ao vivo na Rádio Pampa, afirmando acreditar que ele não passará. “Acho muito difícil uma turma reverter a decisão de um desembargador”, disse o advogado.

Em nota  do MPF, foi expressada a vontade de que o recurso seja julgado já na próxima quarta-feira. “O Ministério Público Federal vai recorrer contra a decisão liminar do desembargador do TRF2. A expectativa é recorrer para que os HCs sejam julgados pela 1ª Turma, se possível na sessão da própria quarta-feira (27), mas a decisão de quando pautar os HCs cabe ao presidente da turma”.

A procuradoria tem até cinco dias para entrar com o recurso no Tribunal Regional Federal da 2a Região (TRF-2). Informações preliminares apontam que será pedida a manutenção da prisão preventiva dos envolvidos ou prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica.

Procuradores da Força Tarefa da Lava Jato também se manifestaram, afirmando que recebem “com serenidade a decisão de revogação da prisão dos investigados” e que respeitam “a decisão liminar monocrática do relator”.

 

Deixe seu comentário: