Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Oferta de vagas em ensino superior a distância é maior que presencial no Brasil

Mobiauto adquire a segunda maior empresa de repasse de automóveis do País

Guilherme Braga e Sant Clair. (Divulgação)

Além de ampliar seu mercado de atuação com a aquisição da PasseCarros, a plataforma Mobiauto acrescenta 3 mil revendas ativas em sua carteira. A aquisição foi uma estratégia para acelerar ainda mais o crescimento da empresa, que até então atuava no mercado B2C

A Mobiauto, empresa automotiva para compra e venda de automóveis, anunciou a compra da PasseCarros, segunda maior plataforma brasileira de repasse de veículos entre concessionárias e lojistas. Com a aquisição, a empresa passa a atuar também no mercado B2B, acrescentando 3 mil novas revendas ativas em sua carteira.

Segundo o CEO da Mobiauto, Sant Clair de Castro Júnior, o plano original da empresa era criar uma ferramenta que facilitasse o processo de repasse de veículos entre concessionários e lojistas. “Porém, notamos a necessidade de acelerar o processo e comprar uma empresa com a ferramenta pronta e know-how neste setor – além de significativa aceitação e usabilidade. Começamos atuando apenas com venda B2C, na qual os carros das revendas ativas eram disponibilizados para pessoa física por meio de anúncio feito no nosso portal de classificados. Agora, com a PasseCarros, poderemos atuar também no setor B2B, ajudando as lojas a abastecerem seus estoques para melhor servir seus clientes”, afirma.

Neste momento, a Mobiauto conta com 70 pessoas no seu quadro de funcionários para seguir o plano de crescer exponencialmente mês a mês. Na fase de lançamento, em julho, eram 54 colaboradores. O objetivo é dobrar o tamanho nos próximos 12 meses, em quantidade de carros vendidos e faturamento. “Em pouco tempo, a empresa tem se mostrado efetiva em impactar o comércio”, reitera Sant Clair.

Para ele, ferramentas como a PasseCarros agilizam o processo de repasse de veículos usados e seminovos, potencializando as vendas dos concessionários. “Quando você resolve comprar um carro novo, geralmente, tem a opção de dar o seu carro como parte do valor. No entanto, algumas vezes o veículo usado como entrada não atende o público daquela concessionária ou loja, por isso há a necessidade do repasse do automóvel entre eles”, exemplifica.

Deixe seu comentário: