Últimas Notícias > Atividades Empresariais > Gastrobar com inspiração na culinária portuguesa inaugura em Porto Alegre

Novo balanço aponta aumento de 20% de casos de sarampo em São Paulo

Faixa etária mais vulnerável à doença vai de 6 meses a 1 ano (Foto: Arquivo/Agência Brasil)

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo divulgou, nesta quarta-feira (11), um novo balanço sobre os casos de sarampa no Estado. De acordo com os números, a incidência da doença cresceu 20% em uma semana. Foram registrados 3.519 casos entre janeiro e setembro deste ano. No último balanço, divulgado no dia 2 de setembro, eram 2.982 ocorrências da doença.

Com 2.179 registros, a capital paulista possui 60% do total de casos. Dos 645 municípios do Estado, foram 134 registros. No mês de agosto, aconteceram três mortes por consequência da doença. Segundo a secretaria de saúde, eles continuam vacinando bebês com idade entre seis meses e menores de um ano. Essa faixa etária é considerada mais vulnerável a casos graves e representa 13% do total dos casos ocorridos em São Paulo.

A recomendação é que as mães de crianças com idade inferior a seis meses evitem a exposição a aglomerações, mantendo a ventilação adequada dos ambientes. Outra recomendação é procurar rapidamente um serviço de saúde ao surgir qualquer sintoma da doença, como manchas vermelhas pelo corpo, febre, conjuntivite e manchas brancas na mucosa bucal.

Crianças e adultos, com idade entre 1 ano e 29 anos, recebem duas doses da vacina contra o sarampo. Acima desta faixa, até os 59 anos, é uma dose. Não há indicação para pessoas com mais de 60 anos, pois acredita-se que esse público já teve contato com o vírus. A secretaria alerta, ao perceber qualquer sintoma da doença, procure um posto de saúde mais próximo, levando a carteira de vacinação.

Deixe seu comentário: