Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Uma força-tarefa fiscalizará a utilização irregular de um herbicida no Rio Grande do Sul

O Grêmio já está no Rio de Janeiro para o jogo de volta contra o Flamengo pelas semifinais da Libertadores

Acidente com avião fretado atrasou o embarque em quatro horas. (Foto: Twitter/GrêmioFBPA)

Na manhã desse domingo, o Grêmio desembargou no Rio de Janeiro, onde disputará na noite de quarta-feira a partida de volta contra o Flamengo pela semifinal da Copa Libertadores da América, no estádio Maracanã. A chega à cidade sofreu um atraso de quatro horas, devido a um incidente antes da decolagem.

O problema teve um motivo inusitado no aeroporto da capital do Ceará, onde o Grêmio havia permanecido após a derrota de sábado para o Fortaleza (2 a 1, de virada) no Campeonato Brasileiro: o avião fretado pelo Tricolor gaúcho teve a sua asa atingida por um dos carrinhos de reboque da escada de acesso dos passageiros à aeronave, o que exigiu a contratação de um segundo voo.

Com isso, o técnico Renato Portaluppi optou por cancelar a atividade que estava prevista para as 15h no centro de treinamentos do Fluminense. A delegação do Mosqueteiro seguiu diretamente para o hotel Laghetto, onde permanece concentrada até o dia do duelo. Até lá, ao menos duas sessões preparatórias estão previstas para o mesmo horário.

Situação

No primeiro jogo entre Grêmio e Flamengo pelas semifinais da Libertadores, disputado na Arena no dia 2 deste mês, o placar foi de 1 a 1. O rubronegro carioca saiu na frente com um gol do atacante Bruno Henrique aos 23 minutos do segundo tempo, mas os donos da casa empataram com o também atacante Pepê, aos 42 minutos.

Com esse resultado, o time gaúcho precisa de uma vitória por qualquer placar ou então de um empate a partir de 2 a 2 para avançar à final da Libertadores. Já os cariocas dependem apenas de um empate por 0 a 0, já que marcaram gol fora de casa no confronto de ida. Em caso de novo empate em 1 a 1, a classificação será definida nos pênaltis.

“Quarta-feira teremos um grande jogo”, projetou o atacante Everton “Cebolinha”, um dos principais nomes do Tricolor, em entrevista à imprensa após o revés do time para o Fortaleza no Brasileirão. “É a partida mais importante do ano, então precisamos de muito foco e concentração.”

Decisão

Quem avançar na competição terá como adversário na decisão do torneio continental River Plate ou Boca Juniors, ambos da Argentina e que se enfrentam na noite desta terça-feira no estádio La Bombonera, em Buenos Aires. O primeiro enfrentamento entre as duas equipes terminou com vitória do River em casa, por 2 a 0.

A edição deste ano da Libertadores tem como diferencial o fato de que o título será disputado em partida única (em vez do tradicional mata-mata em duas datas), no dia 23 de novembro. E o local escolhido para a partida é o Estádio Nacional de Santiago do Chile. Motivo: questões logísticas de segurança.

Isso porque os mesmos dois clubes portenhos decidiram a Libertadores em dezembro do ano passado em um cenário caótico, com dois adiamentos. Primeiro, foram as fortes chuvas que assolaram Buenos Aires. Depois, incidentes violentos envolvendo torcedores no primeiro jogo (empatado em 2 a 2), a ponto de a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) transferir o jogo decisivo para Madri (Espanha).

O River se tornou campeão por 3 a 1, mas no Mundial de Clubes da Fifa (Federação Internacional de Futebol) acabou derrotado nas semifinais pelo Al Ain (Emirados Árabes), nos pênaltis, ficando em terceiro lugar. A taça ficou com o Real Madrid (Espanha), ao vencer o Al Ain por 4 a 1 na finalíssima.

(Marcello Campos)