Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Fair

Capa – Caderno 1 O Inter encara o Corinthians fora de casa, na noite deste domingo, em confronto direto pelo retorno ao G-6

Preparativos do Colorado foram encerrados na manhã desse sábado. (Foto: Ricardo Duarte/Internacional)

Após uma semana inteira de atividades físicas, técnicas e táticas, o grupo do Inter encerrou a preparação para o jogo contra o Corinthians, em São Paulo, às 18h deste domingo. Trata-se de um confronto direto pelo retorno ao G-6, já que ambos os times somam 49 pontos, com vantagem para o Colorado (sétimo colocado) sobre o Timão (oitavo) em número de vitórias na competição.

A última sessão preparatória antes de embarcar para a capital paulista foi realizado, no Parque Gigante, durante a manhã desse sábado. No encerramento, Zé Ricardo comandou um trabalho recreativo no gramado, após dois dias consecutivos de treinos com portões fechados no estádio Beira-Rio.

Ele não indicou a escalação que começará o primeiro tempo no estádio Itaquerão. A boa notícia é o centroavante Paolo Guerrero, que se juntará à delegação em São Paulo após servir a Seleção do Peru em partida amistosa e deve compor o ataque com William Pottker ou Rafael Sobis.

Tradição

A partida entre Inter e Corinthians é considerada um clássico do futebol nacional, com direito a uma final de Brasileirão (em 1976, vencida pelo clube gaúcho), além de uma decisão de Copa do Brasil (em 2009, com vitória paulista).

Nesta trigésima-terceira rodada do campeonato (de um total de 38), a pontuação idêntica dois clubes faz com que concorram diretamente a uma vaga na próxima Copa Libertadores da América. Se vencer, o Colorado poderá ficar entre os seis primeiros, desde que o Athletico-PR (sexto lugar, com 50 pontos) empate ou perca para o Botafogo, em jogo marcado para o mesmo horário.

(Marcello Campos)

Voltar Todas de Capa – Caderno 1

Compartilhe esta notícia:

Zé Ricardo aguarda Guerrero para escalar o Inter com força máxima contra o Corinthians
Presidente interina da Bolívia pede que Guaidó liberte a Venezuela
Deixe seu comentário
Pode te interessar