Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Sine oferece 94 vagas de emprego em Porto Alegre

Os atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank mostraram fotos do segundo filho adotado

Bless tem 4 anos e é do Malawi. (Foto: Reprodução/Instagram)

O ator Bruno Gagliasso mostrou pela primeira vez, nesta terça-feira (30), o filho que adotou no Malawi com a esposa, Giovanna Ewbank. O casal, que estava na África Oriental com a primogênita, Títi, e com a família da apresentadora (a mãe, Deborah, o pai, Roberto, e o irmão, Gian Luca), desembarcou com Bless no Rio Janeiro e posou com o caçula em casa. “Família feliz. Bless chegou em casa!”, disse ele. Gio também postou. “Família feliz e transbordando de AMOR…Bless chegou em casa!!!”, disse ela.

A assessoria de imprensa do casal afirmou que Bless chegou ao Brasil na segunda-feira (29). Eles desembarcaram em São Paulo primeiro e depois viajaram para o Rio de Janeiro, onde moram, nesta terça.

Títi, que completou recentemente 6 anos, pareceu feliz com o irmão. Ela posou ao lado do menino com uma camiseta estampada com a palavra “sister” (irmã em inglês).

Famosos comentaram no posts de Bruno e Giovanna, entre eles José Loreto. “Todo amor do mundo para vocês”, desejou o ator. Regiane Alves, Fernanda Gentil, Samara Felippo, Maíra Chraken, Manu Gavassi e Sabrina Sato deixaram seus comentários também. “Que família linda e cheia de amor!”, disse Sabrina. “Parabéns!!! Muita saúde e amor para vocês”, desejou Regiane. “Amor lindo e imenso pra vocês”, escreveu Milhem Cortaz.

No dia 25 de julho, o casal confirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, a adoção de Bless. “É com enorme alegria que comunicamos a chegada de Bless Ewbank Gagliasso, o segundo filho do casal Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso. Bless tem 4 anos de idade e nasceu no Malawi, na África, mesmo continente de sua irmã, Chissomo”, dizia o comunicado oficial.

“A adoção da criança correu em sigilo como acontece em qualquer processo do tipo. Foram e estão sendo respeitadas as orientações das autoridades e assistentes sociais do país africano. Portanto, para que o processo seja concluído sem maiores intercorrências jurídicas pedimos a compreensão de todos. A família está feliz com a chegada de Bless e, logo, o momento é de alegria e de acolhimento ao menino”, completa o comunicado.

A vontade de ter mais filhos sempre foi um assunto abordado por ambos em entrevistas e nas redes sociais. Bruno Gagliasso, inclusive, negou que seja estéril. “A gente só não quer ter filho biológico no momento”, afirmou o ator. Bruno e Giovanna são casados desde 2010 e adotaram Títi em 2016, quando puderam trazer a menina para morar no Brasil. Em um post, Gio contou o significado do nome da filha. “Chissomo! Não é a toa que seu nome significa ‘Graça Divina'”, disse. Tanto a apresentadora quanto o ator têm o nome Chissomo tatuado no corpo. Ele, no peito, e ela, no pescoço.

O casal viajou para a África no dia 5 de julho e registrou o começo do passeio nas redes sociais. Eles passaram pela Cidade do Cabo, na África do Sul, onde se hospedaram em um luxuoso hotel em Sabi Sabi, parque nacional no país.

Em janeiro, Giovanna já havia falado que Títi pedia aos dois um irmãozinho. “Minha filha está pedindo muito. Ela sempre quer que os primos estejam em casa, os amigos estejam em casa. Eu sempre deixo tudo nas mãos de Deus. A vida me dá caminhos, vou sentindo e vou seguindo. Sempre fui assim”, explicou ela.

Títi

Nascida no Malawi, país da África Oriental, a menina mudou a vida de Giovanna e do ator Bruno Gagliasso. “A adoção de Títi foi uma experiência transformadora”, disse Giovanna, à revista 29Horas, do Aeroporto de Congonhas/SP, lembrando do momento mágico em que conheceu a filha.

Tudo começou quando ela foi fazer uma reportagem para o programa Domingão do Faustão sobre uma ONG americana que trabalha com crianças do Malawi, em 2015. Durante uma visita a um abrigo de órfãos em Lilongwe, capital do Malawi, conheceu a menina, com quem teve uma conexão muito forte. “Foi quando eu soube que seria mãe”, falou Giovanna.

Em entrevista a revista Crescer, Giovanna contou como tem sido a alfabetização da filha, que chegou do Malawi sem falar. “A Títi ainda não lê e não escreve. Ela está começando a alfabetização agora na escola. No nosso primeiro contato, ela ainda não falava, era muito bebê. Por isso, a adaptação à língua foi muito tranquila e natural, ela aprendeu a falar já em português. Na época, ela entendia algumas palavras em inglês. Hoje, ela fala português e um pouco de inglês por causa da escola que é bilíngue. Tem sido tudo muito tranquilo. E ela ensina até alguma palavras em inglês pro Bruno (risos). É lindo ver o crescimento dela”, explicou a apresentadora.

Deixe seu comentário: