Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Diretor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social renuncia após ultimato de Bolsonaro

Presidente da Cotrijal e Expodireto é homenageado por Ernani Polo

Expodireto Cotrijal acontece em Não-Me-Toque. (Foto: Ricardo Z. Azevedo)

Na última terça-feira (21), em homenagem ao presidente da Cotrijal e Expodireto, Nei Manica, foi realizado um jantar na capital. O empresário do agronegócio foi destacado pelo trabalho representativo exercido na feira de Não-me-Toque, atribuindo para o evento um cenário internacional. A homenagem foi composta pelas lideranças de todos os segmentos do setor do agronegócio tais como, Sérgio Turra (PP), Elton Weber (PSB), Paparico Bacchi (PR), Vilmar Zanchin (MDB), Mateus Wesp (PSDB), Tenente-Coronel Zucco (PSL), Luiz Fernando Mainardi (PT), Sérgio Peres (PRB), Eduardo Loureiro (PDT), Aloísio Classmann (PTB) e Eric Lins (DEM).

O proponente da homenagem, o deputado estadual Ernani Polo, destacou o trabalho realizado por Nei Manica e a grandeza da feira. “A Expodireto através da estrutura da Cotrijal colocou Não-me-Toque e o Rio Grande do Sul, no mapa mundial, e o seu grande líder nesse processo é Nei Manica”, afirmou. O deputado ainda comentou sobre o desenvolvimento da Expodireto em um curto espaço de tempo. “Nosso querido amigo que tem feito um trabalho com muita dedicação, muito esforço, com muita persistência , para em tão pouco tempo transformar a Expodireto na grandeza e no potencial que hoje ela possui”, relatou.

Considerada umas das maiores feiras agropecurárias do país, a Expodireto completou duas décadas desde a sua primeira edição. E após a homenagem, Nei Manica, destacou seu agradecimento: “É a gente fica muito lisongeado, feliz, nos estamos hoje a noite aqui, a tarde a Cotrijal recebeu uma homenagem na assembleia, agora a noite estou recebendo pessoalmente”.

A feira tem colaborado para o crescimento e o aumento da produtividade no Brasil. O setor tem sido um gerador de emprego e responsável por 40% do Produto Interno Bruto do RS. Para o presidente da Cotrijal, isso colabora amplamente para o trabalho realizado. “Isso nos da uma força maior para trabalhar para o agronegocio, pela produção um setor importante para economia do nosso país”, ressaltou Manica.

Deixe seu comentário: