Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
32°
Fair

Capa – Caderno 1 Presidente do Inter comenta declaração de zagueiro sobre Eduardo Coudet: “Temos que ter calma em qualquer negociação”

Foto:(Rádio Grenal)

*Valéria Possamai

Convidado do programa Dupla em Debate, da Rádio Grenal, nesta quinta-feira, o presidente Marcelo Medeiros comentou sobre a declaração do zagueiro Victor Cuesta “entregando” a vinda de Eduardo Coudet para o estádio Beira-Rio, em 2020.

“Gostei. O que eu vou dizer (risos). Cada um é responsável pelas suas manifestações. O Cuesta fez essa declaração, mas nós temos que ter calma em qualquer negociação do clube”, declarou o mandatário.

A declaração citada diz respeito a entrevista coletiva de Victor Cuesta, nesta quarta-feira, onde o defensor, ao citar as características do técnico argentino, acabou, praticamente, confirmando seu acerto com time colorado.

“Eu não trabalhei como ele, mas enfrentei o time dele. É muito intenso, procura sempre a goleira rival, jogar para o ataque, fazer gols. Muita intensidade. E, tomara que a gente possa captar rapidamente a ideia dele”, respondeu o zagueiro, ao ser questionado sobre as características de Eduardo Coudet, que será um dos técnicos no Lance de Craque, evento beneficente promovido por D’Alessandro. Na sequência da coletiva, Cuesta ainda respondeu: “Falta para que ele chegue aqui. Estamos em uma situação que precisa se focar muito para trabalhar e conseguir resultado. Mais a frente a gente fala do Coudet”.

De acordo com informações da Rádio Grenal, o acerto entre as partes ocorreu durante a ida da comitiva colorada para a Argentina. Inicialmente, o Inter tinha a intenção de ter Coudet imediatamente após a demissão de Odair Hellmann. Contudo, a exigência não foi aceita, e assim, o treinador só chegará em Porto Alegre em 2020.

Recentemente, a imprensa argentina repercutiu o adeus do técnico, que já informou ao Racing que deixará o clube ao final de dezembro.

Aos 45 anos, Eduardo Coudet ainda é um profissional com currículo curto como treinador. O ex-jogador, iniciou o trabalhos na casa-mata em 2015, quando assumiu o Rosário Central e chegou até às quartas de final da Libertadores 2016, após eliminar o Grêmio nas oitavas.

*estagiária sob supervisão de Marjana Vargas

Voltar Todas de Capa – Caderno 1

Compartilhe esta notícia:

Natal Alegre 2019 terá mais de 70 atividades
A Rússia reconheceu Jeanine Áñez como líder até nova eleição, mas mantém que Evo Morales foi derrubado por golpe
Deixe seu comentário
Pode te interessar