Últimas Notícias > Notícias > Câncer de pâncreas: a combinação de drogas que pode “matar de fome” as células cancerígenas

Rodrigo Maia, Centrão e banda podre articulam golpe parlamentar?

Presidente Jair Bolsonaro terá dificuldades com movimento de Rodrigo Maia. (Foto EBC)

Sob pretexto de articular uma agenda própria de reformas descartando os projetos encaminhados pelo presidente da República Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), de olho na sucessão presidencial, articula um movimento que lhe assegure protagonismo nas reformas. Depois do encontro na última quinta-feira com os líderes dos partidos no Congresso, e os cabeças do “Centrão”, o presidente da Câmara costura uma articulação que deve transferir do Poder Executivo para o Legislativo todo o protagonismo das reformas econômicas de impacto,colocando o presidente Jair Bolsonaro como mero espectador.

Ele conta com número suficiente de deputados, incluindo o Centrão e a chamada “banda podre” para aprovar qualquer matéria sob o seu comando. Maia aproveita o momento de desarticulação do governo. A costura final do golpe parlamentar acontece na reunião desta segunda-feira com um grupo de senadores e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Mudanças para enfraquecer Jair Bolsonaro

Além de elaborar um novo texto da Reforma da Previdência, atendendo os interesses eleitorais dos aliados, Rodrigo Maia costura uma alteração no texto da MP (Medida Provisória) que reduz a quantidade de ministérios do governo federal, a MP 870/19. Uma alteração drástica seria a fragmentação do Ministério da Economia recriando vários ministérios para atender aos aliados, o que levaria o ministro Paulo Guedes a deixar o governo.

Sai o edital dos relógios da capital gaúcha

Com valor estimado em R$ 15 milhões, a prefeitura de Porto Alegre lança oficialmente nesta segunda-feira o edital de concessão de 168 relógios eletrônicos digitais. Porto Alegre ficou sem o serviço desde julho de 2015. 60 relógios de rua em funcionamento. A previsão é de instalação dos novos equipamentos em setembro deste ano.

Esqueceram de mim

Terminou sábado o roteiro oficial do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, que incluiu Nova York e Londres. Segundo o Palácio Piratini, a viagem de dez dias teve como foco a busca de investimentos para o Rio Grande do Sul junto a investidores e operadores do mercado financeiro e as oportunidades de negócios no Estado. O secretário Ruy Irigaray, de Desenvolvimento Econômico e Turismo ficou por aqui.

Balanço positivo

Mesmo assim foi positivo o balanço da viagem, segundo o governador gaúcho, que ‪esteve com os secretários da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso, de Parcerias, Bruno Vanuzzi, e do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos Júnior, nos encontros com investidores e operadores financeiros do Council of the Americas, Bank of America Merryll Linch, Banco UBS, Goldman Sachs, Itaú Unibanco e Credit Suisse.

Brazil Forum UK 2019

Um ponto de destaque na agenda de Eduardo Leite ocorreu em Londres no evento realizado na London School of Economics e organizado por estudantes brasileiros que residem no Reino Unido. O governador gaúcho participou do painel sobre a “(re) posição de valores democráticos no século XXI”  com o deputado federal gaúcho Marcel Van Hattem, o ex-senador Lindbergh Farias e a colunista da Folha de S.Paulo, Mônica Bergamo.