Terça-feira, 14 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
12°
Fair

Brasil 90% das indústrias brasileiras estão insatisfeitas com a carga tributária, aponta pesquisa da CNI

Compartilhe esta notícia:

Pesquisa divulgada nesta sexta-feira (28) ouviu pequenas, médias e grandes indústrias (Foto: Célio Messias/AE)

Uma pesquisa da CNI (Confederação Nacional da Indústria) aponta que 90% das indústrias brasileiras estão insatisfeitas com a carga tributária, considerada “excessiva”. Segundo o levantamento, 70%  defendem mudanças no PIS/Cofins. A principal prioridade para 41% das indústrias que gostariam dessa reforma é o fim do chamado cálculo por dentro, que consiste na incidência de impostos sobre eles mesmos.

Outras mudanças que o setor industrial considera prioritárias na reforma do PIS/Cofins são a unificação das duas contribuições em uma só, a exclusão de outros tributos da base de cálculo, a garantia da plena recuperação dos créditos tributários e a simplificação de procedimentos e exigências. O levantamento foi divulgado nesta sexta-feira (28) e ouviu 2.622 empresas do setor industrial, entre pequenas, médias e grandes.

O governo deve apresentar em breve uma proposta de reforma do PIS/Cofins. Para a CNI, as indicações de alteração até o momento estão de acordo com as expectativas das indústrias. O ICMS foi citado por 51% dos entrevistados como o tributo que mais afeta a competitividade da indústria de transformação. O modelo de contribuições previdenciárias foi lembrado por 48%. O setor acredita que a unificação das alíquotas do ICMS entre os Estados deve ser tratado como assunto prioritário. (Folhapress) 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Governo regulamenta seguro-desemprego para empregadas domésticas
Casas noturnas são interditadas no Centro de Porto Alegre
Deixe seu comentário
Pode te interessar