Sábado, 04 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

Magazine “A fé me faz seguir em frente, porque às vezes tenho vontade de desistir de tudo”, diz Rita Cadillac

Compartilhe esta notícia:

A cantora e dançarina resolveu pedir o auxílio emergencial de R$ 600

Foto: Reprodução/Instagram
A cantora e dançarina resolveu pedir o auxílio emergencial de R$ 600. (Foto: Reprodução/Instagram)

Rita Cadillac, que acaba de completar 66 anos, estava pronta para lançar sua biografia quando a pandemia fez com que tudo fosse adiado. Shows e eventos também foram cancelados.

Por isso, a cantora e dançarina resolveu pedir o auxílio emergencial de R$ 600. “Sou cidadã. Tenho direitos. Se não está entrando dinheiro e as contas estão chegando, vou fazer o que?”, justifica-se.

A artista e eterna chacrete, um dos símbolos do tradicional bairro de Santa Cecília, onde mora, em São Paulo, tem contado também com a ajuda dos amigos para vencer essa fase difícil. Eles criaram para ela um site chamado “Apoia-se” para que fãs e empresários possam comprar experiências e até shows de Rita para depois da quarentena.

Rita também utiliza sua fama e suas redes sociais para divulgar estabelecimentos que tenham delivery, além de outras ações sociais. E é seu cachorrinho, Pietro, quem faz as vezes de guardião da artista nos momentos em que a ansiedade bate forte. “Abraçada a ele, me sinto mais segura”, conta.

“Eu estou vivendo com algumas reservas que ainda tinha e, como não entra dinheiro para quase ninguém, está difícil. Viver da profissão, como eu – faço shows, faço eventos e presenças vip – é difícil nessas horas. Está tudo parado”, disse.

Sobre sua religiosidade, Rita destacou: “A minha fé está me levando para onde eu tenho que ir. A fé está me fazendo seguir em frente com essa pandemia, porquê a vontade que às vezes tenho é de desistir de tudo. Porque está muito difícil de sobreviver sem poder trabalhar. A gente tem que ter fé para que isso passe rapidinho. Se Deus quiser, vai dar tudo certo. Apesar de saber que a carreira do artista de teatro, de televisão ou de show, será a última das últimas a voltar.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Magazine

Anitta rebate acusações de que teria inventado trombose para fazer plásticas
Giovanna Ewbank conta como Títi “invadiu” momento de intimidade
Deixe seu comentário
Pode te interessar