Segunda-feira, 26 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Light Rain

Mundo À frente de Messi e Cristiano Ronaldo, Neymar tem o maior patrocínio esportivo da história com a Puma

Compartilhe esta notícia:

A Puma anunciou a parceria com Neymar atraves das redes sociais. (Foto: C. Gavelle/PSG)

Após 15 anos de parceria com a Nike, Neymar acertou com a Puma o maior contrato individual de patrocínio esportivo da história. De acordo com o “Marca”, o craque brasileiro receberá 20 milhões de euros (cerca de R$ 128 milhões) por ano, e ainda terá direito a royalties.

O mega acordo de Neymar supera os patrocínios das maiores estrelas do futebol mundial. O contrato de Cristiano Ronaldo, estrela da Juventus, vale 15 milhões de euros, enquanto o seis vezes melhor do mundo Messi, recebe 19 milhões da Adidas. As informações são da revista “Forbes”.

A Puma anunciou a parceria com Neymar atraves das redes sociais na semana passada, mas ainda não se sabe por quanto tempo o contrato é válido.

Racismo

Felipe Oliver, tradutor de libras do Instituto Nacional de Educação de Surdos, afirmou em entrevista ao “Esporte Espetacular”, da Globo, que Neymar foi chamado de “mono” [macaco, em espanhol] pelo zagueiro Álvaro González, do Olympique de Marselha, durante partida contra o Paris Saint-Germain. “Ele fala a palavra mono em espanhol, no momento em que ele, inclusive, fala e vira a boca. Ali fica claro. A gente não conseguiu, por exemplo, perceber o que ele fala antes de falar a palavra mono, mas a palavra mono foi um trecho que a gente teve consenso na hora em que estava fazendo o trabalho de leitura labial”, relata o especialista.

Além de Oliver, participaram da reportagem Luis Felipe Ramos, da Associação de Surdos do Rio de Janeiro e colaborador do programa “Fantástico”, e Mikel Vidal, que faz parte do Instituto Nacional de Educação de Surdos e tem formação avançada em espanhol por ser filho de colombianos. Só no EI Plus você assiste ao vivo a 100% dos jogos da Champions League! Assine agora pelo UOL Esporte Clube! No último fim de semana, o Olympique de Marselha venceu o PSG por 1 a 0 pela quarta rodada do Campeonato Francês. Neymar foi expulso desta partida. No primeiro tempo, ele discutiu com Álvaro González após uma dividida do zagueiro adversário com Di María e disse que foi chamado de macaco.

Em vídeo, é possível ouvir Neymar dizer “racismo, não” duas vezes em espanhol para González. A expulsão aconteceu já no fim do jogo, quando ele deu um tapa na nuca do mesmo jogador. Na semana seguinte, Neymar foi punido pela agressão com duas partidas de suspensão, podendo pegar uma terceira, pela LFP (Liga de Futebol Profissional da França), enquanto a denúncia de racismo começou a ser investigada. Durante a investigação foi descoberto que Neymar disse “puta maricón” (‘puta viado”, em tradução livre), uma expressão homofóbica, a González. Felipe Oliver confirmou à TV Globo: “Num segundo momento, fica claro também uma ofensa homofóbica.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Donald Trump diz que vai indicar “sem demora” uma nova juíza para a Suprema Corte
A recuperação econômica global diante da crise provocada pela pandemia do coronavírus pode levar até cinco anos
Deixe seu comentário
Pode te interessar