Terça-feira, 11 de Agosto de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Light Rain

Bem-Estar Anvisa diz que “não existem estudos conclusivos” para o uso de antiparasitário contra a Covid-19

Compartilhe esta notícia:

"Até o momento, não existem medicamentos aprovados para prevenção ou tratamento da Covid-19 no Brasil", afirmou a agência

Foto: Divulgação
Medicamento não tem eficácia comprovada contra Covid-19; publicações no Facebook insinuam motivação política. (Foto: Divulgação)

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) afirmou que a ivermectina, medicamento antiparasitário, não tem comprovação científica de eficiência contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

“É preciso deixar claro que não existem estudos conclusivos que comprovem o uso desse medicamento para o tratamento da Covid-19, bem como não existem estudos que refutem esse uso”, informou a agência em nota.

A Anvisa acrescentou que “até o momento, não existem medicamentos aprovados para prevenção ou tratamento da Covid-19 no Brasil” e que as “indicações não previstas na bula são de escolha e responsabilidade do médico prescritor”.

O órgão listou os principais efeitos colaterais do medicamento: diarreia, náusea, fraqueza, dor abdominal, anorexia, constipação e vômitos. Também pode provocar tontura, sonolência, vertigem e tremor. Na pele, pode causar prurido, erupções e urticária.

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Bem-Estar

Enchentes deixam mais de 7,1 mil gaúchos fora de casa
Avião com carga de máscaras cirúrgicas chega ao Brasil
Deixe seu comentário
Pode te interessar