Quinta-feira, 27 de janeiro de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Variedades As histórias de cinco galãs que se assumiram LGBTQIA+ em 2021

Compartilhe esta notícia:

Marco Pigossi assume romance com diretor italiano, Marco Calvani. (Foto: Reprodução/Instagram)

Até pouco tempo atrás, ser galã e gay era um tabu gigante. Em 2021, o amor está vencendo e artistas declaram sua sexualidade, liberdade e seus amores nas redes. Veja, a seguir, as histórias de cinco atores que se assumiram LGBTQIA+ este ano.

Marco Pigossi

Marco Pigossi já arrancou suspiros de fãs como o Zeca, de “A força do querer”, o Pedro de “Ti-ti-ti” e o Eric da série “Cidade invisível”, entre outros protagonistas fofos e gatos.

Hoje, ele mora e trabalha em Los Angeles, nos Estados Unidos. E foi de lá que ele celebrou o dia de ação de graças e abriu, pela primeira vez, sua sexualidade com o público. E fez isso de forma leve, brincando com as fofocas que sempre rolaram.

Depois, para agradecer o carinho do público, fez outra publicação. Escreveu: “que a discussão se faça cada vez mais presente e natural. sabemos que o ódio vem do medo do diferente e do novo. que não tenhamos mais medo de existir”.

Carmo Dalla Vecchia

O ator surpreendeu o público durante sua participação no Super Dança dos Famosos. Ele ia dançar a música “We are family” e aproveitou o tema para fazer uma homenagem a sua própria família.

Então, mandou um beijo pro filhinho Pedro e pro maridão João Emanuel Carneiro, autor de novelas como “Avenida Brasil”.

O público só descobriu ali, naquele domingo de julho, a sexualidade do ator, mas ele e João Emanuel são casados há 16 anos. E há pouco mais de dois, formam uma família com o Pedrinho.

O ator disse que finalmente decidiu contar sobre o casamento deles pra que outras pessoas vissem e pudessem se sentir iguais.

Ele fez um discurso super emocionado no palco do “Domingão” e aproveitou para falar sobre o alto número de mortes de pessoas trans no Brasil. “Infelizmente, ainda somos o país que mais mata transexuais no mundo.”

Johnny Massaro

A história do Johnny Massaro e do mozão dele, o advogado João Pedro, é linda e parece até filme. Eles se conheceram há mais de 20 anos, em 1997, em uma festa na casa dos avós do João.

Eles ficaram super amigos naquela festa porque o Johhny tinha um namorinho com a prima do João. O tempo passou e a amizade durou esses últimos 24 anos. Mas o primeiro encontro como casal só aconteceu no carnaval de 2020.

Esse foi o primeiro namoro que o ator assumiu desde que estreou na televisão. Ele contou pra jornalista Patrícia Kogut, do jornal “O Globo”, que nunca escondeu quem é, mas também nunca teve vontade de falar que estava com alguém. Só agora, namorando o amorzinho de anos, ele sentiu que era o momento de tornar o relacionamento público.

Rainer Cadete

Rainer Cadete dá show interpretando o Visky em “Verdades secretas 2”. Ele disse que aprendeu muita coisa legal para viver esse personagem. E uma dessas coisas foi entender a própria sexualidade.

Ele disse que a preparação o ajudou a se libertar de rótulos que sempre foram incômodos pra ele. O Rainer declarou ter sexualidade fluida. Para ele, por quem a gente sente atração não é algo que se possa definir.

O ator tem 34 anos e já foi casado, namorou bastante e tem um filho de 14 anos.

Julian Morris

O ator Julian Morris, galã da série teen “Pretty little liars”, revelou um namoro de 18 anos com o artista Landon Ross. Os dois já tinham aparecido juntos, mas sempre com um monte de amigos. Aí o Julian fez um álbum de momentos fofos disse que esses 18 anos são os melhores da vida dele.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Falha na Amazon causa “apagão” em casas inteligentes: sem geladeira, aspirador e até campainha
Instagram lança função de proteção a jovens
Deixe seu comentário
Pode te interessar